Advertisement
  1. Design & Illustration
  2. Drawing Theory
Design

Como Aprender a Desenhar: Estágio 3, Banco de Dados Visual

by
Difficulty:BeginnerLength:LongLanguages:
This post is part of a series called How to Learn to Draw.
How to Learn to Draw: Stage Two, Precision
How to Learn to Draw: Stage Four, Style

Portuguese (Português) translation by Ingrid Fornazari (you can also view the original English article)

Final product image
What You'll Be Creating

Nas partes anteriores dessa série nós aprendemos como domesticar o lápis e dominar a coordenação mão-olhos. Eu espero ter dado a você bastante tempo para praticar as lições! Hoje eu apresentarei você a uma série de exercícios que são a continuação do tópico, e para alguns de vocês pode ser apenas o começo do "desenho verdadeiro" - criando coisas ao invés de redesenhar.

Eu expliquei a filosofia e o mecanismo de desenhar a partir da imaginação nesse artigo, então nós vamos direto ao ponto. Antes de começarmos a lição, tenha certeza de que leu o artigo e praticou os exercícios anteriores por tempo suficiente!

O Que Há para Aprender

Vamos definir nossas metas antes de começar os exercícios. Por favor leia o comentário que eu achei no tutorial Estágio 2:

Eu não consigo desenhar, eu realmente não consigo, mas esses exercícios são fáceis para mim. Eu posso desenha 10 linhas do mesmo tamanho e alguns pontos em distâncias iguais e não consigo imaginar porque alguém pode achar isso difícil.

Isso é bem interessante, não é? Ele não consegue desenhar, mas na verdade ele consegue. O problema aqui está na definição. Nós já dividimos as habilidades de desenhar em quatro estágios, aqui apresentados de uma maneira simplificada.

  1. Desenhar - fazer marcas.
  2. Desenhar - controlar as marcas
  3. Desenhar - criar marcas que se assemelham a coisas reais
  4. Desenhar - criar marcas que se assemelham a coisas reais de uma maneira irreal

Elas são todas sobre ser capaz de desenhar, mas cada uma delas é baseada em um conjunto completamente diferente de habilidades. Duas pessoas dizendo "Eu não consigo desenhar" podem ter duas coisas diferentes em mente, e eles também podem precisar de exercícios  diferentes para superar seus problemas.

Os dois primeiros estágios são os técnicos. Eles não são sobre imaginação ou criatividade, mas sobre a atividade de desenhar. Os outros dois estágios incluem o elemento criativo - você usa a habilidade técnica de desenhar para apresentar a visão que você tem em mente. As pessoas usam várias mídias para isso, como música ou poesia, mas se você tem ideias na forma visual, desenhar parece ser a maneira mais adequada.

Entretanto, mesmo dominar as habilidades técnicas não é garantia que você estará apto a desenhar o que quiser. Aqui é onde a parte técnica das habilidades realmente termina, porque desenhar a partir da imaginação não é sobre ser capaz de fazer algo, mas sim sobre entender o que você deve fazer.

how to draw from imagination i cant draw

Se você consegue desenhar qualquer coisa a partir de uma referência perfeita e precisamente, mas não consegue desenhar a partir da sua imaginação, isso não significa que você não consegue desenhar - você na verdade é muito bom em desenhar! O problema está em o que você está tentando desenhar. No caso da referência, você sabe exatamente o que é, com cada uma das linhas bem diante dos seus olhos Mas a imaginação não funciona dessa maneira! Você pode "ver" o rosto do seu amigo muito claramente na sua mente, mas se eu perguntar qual a cor dos olhos dele, você ficará perdido.

Aprender a desenhar a partir da imaginação não é todavia, tanto sobre desenhar, mas antes, sobre conhecer as coisas que você quer desenhar. Você sabe cozinhar, mas precisa da receita para cozinhar alguma coisa. Com o tempo você conseguirá criar sua própria receita, mas primeiro precisa aprender  como ela se parece!

Um último aviso: nesses exercícios eu presumi que você não tem nenhum problema em copiar referências precisamente. Se isso não for verdade, volte a parte anterior, ou se for muito chata, pratique copiar referências até ficar fácil. De outra maneira, ficará bem confuso para você tentar usar as receitas sem saber ligar o forno!

Como Aprender

Essa lição será diferente das anteriores. Você não é mais tão iniciante, e você deve ser capaz de trabalhar com mais independência. Esses exercícios também tem uma estrutura diferente do "faça até ficar chato". Aqui está o por quanto tempo você deve fazer os exercícios:

  • 1: Até entender o conceito
  • 2,3,4: Até você ser capaz de desenhar as formas sem grandes esforços e erros óbvios (erros óbvios são aqueles que você vê assim que os faz).
  • 5: Até você trabalhar um conjunto de linhas que você pode replicar de uma maneira rápida e sem esforço.
  • 6: Até você ser capaz de fazer precisamente com tempo.
  • 7: Até encontrar um conjunto de formas que você pode replicar de maneira rápida e sem esforço.
  • 8: Até não haver surpresas no seu tópico (exercício de longa duração)
  • 9: Até ser automático para você (exercício de longa duração)
  • 10: Até você ser capaz de desenhar um tópico precisamente sem ver qualquer referência por um longo período de tempo (exercício de longa duração).

Com frequência você me verá pedindo para voltar a um exercício anterior, se algo não funcionar como devia. Não se sinta mal por isso. Claro, que seria ótimo se fossemos suavemente, mas é melhor enxergar os erros e consertá-los do que não saber porquê isso parece ruim e fingir que não parece. A estrutura dessa lição é hierárquica, o que significa que um erro não corrigido de um exercício vai assombrá-lo no outro. Não deixe isso acontecer!

1. Entenda o Conceito de Profundidade

Ainda que a palavra "perspectiva" em si lhe dê calafrios. Arquitetura e um monte de linhas cuidadosamente medidas vem à mente. Entretanto, não é isso que é perspectiva. Perspectiva nos deixa imaginar como um objeto que nós observamos em uma posição vai parecer quando for rotacionado ou movido. Contudo, ela não pode ser evitada se você quer desenhar a partir da sua imaginação!

Quando se desenha a partir de referência, você não precisa  se preocupar com perspectiva. Tudo o que você quer já está lá. Mas se você tenta desenhar a partir da imaginação, é geralmente incrivelmente difícil conseguir qualquer posição exceto a "padrão", vista lateral um. Pessoas talentosas com frequência param aqui, e dominam o desenho dessa posição padrão, porque é a única que eles conseguem desenhar. E eles não tem nenhuma ideia, de que, o que eles não conseguem desenhar eles podem aprender!

Desenhar uma única posição é como adicionar o mesmo tempero em todos os pratos. Não importa o quanto eles sejam universais e saborosos, com o tempo ficarão sem graça, e mesmo os ingredientes mais interessantes não tornarão seus pratos mais emocionantes. Também, há uma diferença entre acrescentar tempero porque ele cabe ali, e adicionar em qualquer lugar porque você não sabe como usar os outros.

Há duas maneiras que você pode seguir agora. Eu escrevi dois artigos sobre perspectiva: um teórico e um prático. Você deveria ler pelo meno o primeiro, mas se ficar muito confuso você pode tentar do outro modo. Faça sua própria análise - pegue uma pequena caixa e mova diante de seus olhos. Veja o que acontece quando você a move para cima, para baixo, para os lados, de trás para frente e quando a rotaciona. Tente encontrar as regras, e fazer anotações para mais tarde.

perspective for dummies drawing

2. Conheça os Ingredientes

Nas partes anteriores você praticou linhas, mas o problema com as linhas é que elas são muito simples de usar, e bastante difíceis de lembrar. Isso as torna inúteis quando se trata de desenhar a partir da imaginação - elas tem formas demais.

Para tornar mais fácil lembrar, nós precisamos dividir essas formas em alguns blocos simples. É igual a escrever: uma pessoa analfabeta pode copiar todas as linhas, junto com o estilo das letras, enquanto uma pessoa alfabetizada irá copiar as letras - não as linhas, mas além disso, a ideia delas.

Nesse exercício você aprenderá as letras do desenho. É extremamente importante entendê-las. Há até a chance de que se você conseguir, os outros exercícios se tornem quase óbvios para você. Preste toda a atenção neles, e lembre-se, se em algum ponto você ficar sem controle (ex.: uma oval não sai do jeito que queria) faça uma pausa desse exercício e pratique precisão um pouco.

Usando as regras de criar profundidade, pratique desenhar as formas. Elas não precisam ser 100% perfeitas em termos de perspectiva, tudo o que você precisa são lados bem definidos. Você deve ser capaz onde estão a frete, costas, topo, base, e os dois lados, quando forem visíveis, e quais estão bloqueados pela vista.

Você não precisa se super cuidadoso com a forma, mas tenha certeza de que manter as linhas o mais limpas possível sem borracha. Linhas muito marcadas carecem de confiança, e talvez de habilidade. Se você está sobrepondo muito as linhas, volte aos exercícios anteriores.

Passo 1: Elipsóide

Essa forma é similar a esfera, mais em vez de ter um círculo na seção cruzada, ela tem uma elipse. Funciona muito bem como base para o torso de criaturas vivas.

how to draw torso sphere ellipsoid perspective 3d

Passo 2: Cilindro

O cilindro é como uma forma 3D da linha, uma linha com acréscimo de volume. É perfeita para construir membros.

how to draw cylinder perspective 3d

Passo 3: Caixa

Embora as caixas não pareçam muito orgânicas, elas tem lugar em algumas partes do corpo, como por exemplo, o quadril dos animais.

how to draw box cube perspective 3d

3. Modifique as Letras

Seria ótimo se tudo o que nós necessitamos fossem essas três letras para construir tudo, certo? Más notícias - não é suficiente, boa notícia - todas as outras "letras" nós podemos criar com base nessas três.

Nesse exercício, divirta-se com essas letras básicas. Imagine elas como formas materiais, e faça algo com elas. Aperte, estique, dobre... O ponto é entender a perspectiva delas, não importa o que você faz. De novo, se estiver muito difícil, volte e pratique perspectiva. Não se censure, seja paciente - não há pressa!

how to draw block shapes perspective 3d

4. Desenhe Estruturas Simples a Partir da Imaginação

Tempo de desenhar algo a partir da imaginação! Não, dragões não, não ainda. Veja se você pode imagina uma estrutura simples, construída com essas formas que você praticou antes. Então desenhe, mas apenas uma vez. Rotacione na sua mente e desenhe de novo. Certifique-se de manter a consistência, não há muita sorte nisso. Você não quer basear sua habilidade na sorte!

how to draw constructions perspective
Comece com construções simples, então construa umas mais e mais complicadas.

5. Encontre o Ritmo do Objeto

Nós estamos ficando mais específicos de agora em diante. Escolha o tópico que esteja interessado. Lembre-se você não consegue aprender como desenhar, digamos, animais com um único exercício. Uma águia não é mais parecida com um escorpião do que com uma cadeira - o nome "animal" que a águia e o escorpião dividem não os torna a mesma coisa. Alguns grupos de animais são, na verdade, semelhantes, mas isso pode ser enganador. Leões e lobos são semelhantes, mas se eles pudessem ser desenhados da mesma forma eles não seriam animais diferentes!

Então, seja específico. Se você quer desenhar animais, você pode pegar o leão. Sua anatomia é bem entendida, há várias fotos deles na internet, e eles também compartilham de várias características com a maioria dos animais que você queira desenhar, como lobos ou mesmo cavalos. E se você quer desenhar dragões, eles ainda são uma boa escolha, contanto que você os imagine sendo mais parecidos com dinossauros do que com lagarto.

Passo 1

Reúna um conjunto de referências com poses diferentes do animal que escolheu. No caso de leões é melhor escolher fêmeas ou machos jovens/castrados, já que a juba geralmente cobre importantes detalhes anatômicos.

Meu jeito favorito de conseguir um conjunto inteiro de referências num instante é o Google Images. Para conseguir resultados exatos, tente ser específico em sua pesquisa: "leoa andando/correndo/caçando/brincando" é melhor do que só "leoa". Como aviso: fique alerta, o Google nem sempre está certo sobre o que foi nomeado como"leão".

Passo 2

Olhe as referências e tente encontrar o ritmo comum entre elas. Essas são todas poses muito diferentes, em várias perspectivas, mas há algo que todas compartilham. Encontre esses elementos e esboce-os usando algumas poucas linhas se possível. As linhas devem ser fáceis de seguir - sem detalhes, sem fixar. Você deve ser capaz de desenhá-las rapidamente, pelo menos depois de trabalhar com elas. Mantenha a escala pequena - dessa maneira será mais fácil manter as proporções certas.

Se você achar muito difícil, uma coisa que pode ajudar é dar uma olhada no esqueleto do animal e tentar vê-lo no corpo vivo. Lembre-se: seus esboços não precisam parecer com os meus. Eles devem ser resultado de sua análise e entendimento - me copiar só vai tornar as coisas mais difíceis para você no futuro.

how to draw animal gestures rhythm skeleton
Não é para desenhar diretamente nas referências; isso é apenas uma ilustração do que você vai ver quando olha para elas.

6. Praticando o Ritmo

Passo 1

Hora de testar suas "linhas de ritmo". Elas devem ser fáceis de desenhar, e devem construir uma silhueta inteira de uma maneira bem econômica. Para verificar o que elas fazem, use esse fabricante de slide show online. Use a mesma pesquisa anterior, ajuste as opções avançadas se necessário (se você não quiser surpresas, melhor selecionar Strict SafeSearch), e quando o slide show começar a rodar, marque "very slow".

Você também pode usar qualquer galeria do deviantArt para esse propósito, se você preferir uma seleção específica de imagens.

how to create slide show pictures deviantart

Passo 2

Pronto, posição, vai! Desenhe o ritmo das linhas do slide, que está sendo mostrado, o mais rápido possível. Não se preocupe se você não conseguir acompanhar de inicio; sua meta aqui é ajustar as linhas de ritmo que você desenha à velocidade. Simplifique-as durante o percurso e trate isso como um desafio, não uma competição.

Entretanto, se você se sentir realmente inapto para fazer isso, vá devagar. Pause a figura, desenhe o mais rápido que puder, então mude para a próxima manualmente. Desenhe algumas delas desse modo, e depois tente continuar com o timer. Se ainda não é tempo suficiente para você, volte ao exercício anterior - talvez tenha algum outro ritmo que você goste mais?

Sinta-se livre para pular slides inapropriados, e se alguma imagem chamar sua atenção (se for uma pose interessante), você pode também pausar a apresentação e trabalhar por mais tempo nela. Não use demais essa função!

how to practice animal gestures

Passo 3

Quando você finalmente dominar isso, você poderá esboçar qualquer figura em segundos, você poderá desenhar a partir da imaginação. É bom fazer esse exercício logo após o anterior - sua mão e mente estão aquecidas e focadas no tópico.

Desenhe algumas poses de memória, e algumas imaginadas. Não se limite as simples: fique doido! É fácil para você? Ótimo! Você pode continuar. Caso contrário, volte ao Passo 1. Dessa vez escolha outra pesquisa, ex. se você usou "leoa correndo", agora use "leoa sentada". Quanto mais poses você desenhar, mais forte isso ficará impresso em sua mente.

how to draw animals from imagination

7. Encontre a Receita

Uma vez que você consiga esboçar qualquer pose a partir da imaginação em segundo, limpa sem usar borracha, você está pronto para construir a receita para o corpo.

Passo 1

De novo, procure referências para seu assunto, mas dessa vez seja mais seletivo. Escolha apenas algumas delas, mas cada uma apresentando a pose de um modo que as outras não podem. Tente encontrar uma de lateral clara, uma de vista frontal, e opcionalmente uma vista das costas ou de cima do corpo.

Passo 2

Imprima as referências com baixa opacidade. Você pode modificá-las no Photoshop ou qualquer outro software gráfico, ou deixar a impressão mais fraca com as opções da sua impressora. Sinta-se livre para usar impressão em preto e branco.

Passo 3

Olhe as referências e compare com o diagrama dos músculos do leão. Imagine o corpo preenchido com as formas simples que nós praticamos antes. Como você pode construir algo semelhante ao corpo com o menor número possível?

Use seu lápis ou caneta esferográfica para desenhar as formas diretamente nas referências. Deixe elas consistentes em todas as figuras - essas são formas 3D e devem ser seguidas das perspectivas das poses. Faça isso o mais exato possível sem usar muitas formas.

Se seu esboço ficar confuso, imprima outro conjunto de referências. Não tenha pressa, porque esse é um passo muito importante!

Dica: se acontecer de ter uma estatueta realista decente do animal, incorpore na sua análise. Não há nada melhor do que um modelo 3D quando se trata de entender a forma de alguma coisa.

how to draw lion from imagination body scheme
Lembre-se que essa deve ser sua análise - não me copie!
how to draw lion from imagination front
Esse exercício ajuda você a entender que mesmo os membros não são chatos e que eles pode parecer diferentes do que você espera em algumas vistas.

Passo 4

Volte ao esboços do exercício 6. Use seus "esquemas de corpo" como referência, e coloque as formas 3D nos "esqueletos". Quando nós fazemos isso, não tenha medo de simplificar e modificar a estrutura. Seu esquema permite a você construir rapidamente a impressão de uma animal realista sem deixar muito para a imaginação, mas também sem detalhes redundantes.

Passo 5

Novamente, use um slide show da sua escolha e comece esboçando, dessa vez usando ambos, o ritmo e o corpo. Nessa hora deve ficar fácil para você! Se não ficar, tenha certeza de que os corpos que você está desenhando tem todas as linhas necessárias, mas nenhuma a mais. Procure por atalhos; você pode ver quais linhas podem ser conectadas em uma só e quais você pode pular.

how to practice draw lion from imagination

8. Acrescentando os Temperos

Esse exercício é o mais lento, sem um final claro. Sua meta aqui e fazer a análise dos detalhes. Esboce os olhos, nariz, orelhas, bigodes, boca, dentes; analise as dobras do pelo, as partes dos ossos visíveis sob a pele, e a direção dos pelos no corpo todo. Use referências de boa qualidade para isso, e nunca pare em uma só.

Detalhes tem seus próprios atalhos de desenho também, mas dessa vez você precisa ser mais cuidadoso para criá-los. Qualquer erros nas proporções serão claramente visíveis, então algumas vezes é melhor deixa o esboço sem terminar do que decorá-lo com detalhes mal interpretados.

how to practice detail draw lion eyes mouth nose

9. Pratique, Pratique, Pratique!

Após todos esses exercícios se tornarem previsíveis e chatos, você pode começar o exercício que eu acho que vai imprimir esse conhecimento em sua mente por mais tempo. Nesse ponto deve ser fácil de fazer - caso não, bem, você sabe o caminho.

Ligue uma boa música, ou um audiolivro, ou o que você gostar de ouvir quando faz algo sem pensar. Use um grande conjunto de referências e desenhe todos eles, um por um, rápida e efetivamente. Seu trabalho para esse dia é perceber que você está pensando sobre outra coisa e está esboçando automaticamente - é nessa hora que o esboço começa a sair sem esforço consciente da sua parte.

how to practice drawing

10. Teste a Impressão

O problema com a memória é que a informação que é usada rapidamente é descartada. É bem comum ser capaz de desenhar milagres após um dia de treino, e retornar ao nível pré-escolar depois de alguns dias.

Para ter certeza de que a informação fique aí, você precisa convencer a sua mente que você precisa fazer isso. E para fazer isso você precisa usar essa informação com regularidade. Cada ato consciente de relembrar funciona como um reforço da informação. É como se houvesse um caminho entre sua memória e sua consciência, quanto mais você caminha por ele, melhor é para caminhar. Mas se parar de usá-lo um pouco, o caminho desaparece sob a grama e as ervas daninhas.

Esses exercícios são puramente sobre desenhar a partir da imaginação. Se você tem praticado leões, desenhe agora sem qualquer referência. Use todas as poses que você puder pensar: caçando, pulando, espreitando, deitado com as patas para cima...Tenha certeza de que você não está adivinhando - e que você está tirando todas as informações que precisa da sua memória. Quanto mais frequentemente você fizer isso, mais acessíveis serão essas informações no futuro.

E se você perceber que está adivinhando algo, porque você esqueceu ou nunca aprendeu isso antes, sinta-se livre para usar uma referência para aprender. Não é trapaça - aprender é um processo constante, e ser capaz de desenhar leões de cabeça, não significa que você nunca vai encontrar uma pose problemática. Com o tempo, contudo, haverão menos e menos desses, se você realmente focar no tópico.

E Agora?

Com frequência eu vejo pessoas reclamando que não conseguem desenhar a partir da imaginação. Eu tenho certeza de que após fazer todos esses exercícios demorados você vai entender o absurdo escondido nessas palavras. Desenhar a partir da imaginação não é uma habilidade que você tem ou não. É uma habilidade, e é uma multidimensional. Você pode ser capaz de desenhar leões da sua imaginação, e lobos podem ainda ser um mistério para você.

Você precisa decidir o que você quer ser capaz de desenhar a partir da imaginação. Cada tópico consome muito tempo e energia, e tudo o que você aprende vai precisar de uma prática regular pra manter em boa forma, então escolha sabiamente. Você não precisa aprender tudo!

Eu tenho mais uma tarefa para você. Onde quer que você ouça alguém dizendo, "Eu não posso desenhar a partir da imaginação - eu sei como um leão se parece, mas quando tento desenhar, parece uma bagunça," explique a eles o porquê disso. Saber qual o gosto do prato não significa que você consegue cozinhá-lo sem um receita!! Se eles realmente quiserem aprender, mostre a eles o caminho. Juntos nós podemos derrotar esse perigoso mito!

Advertisement
Advertisement
Looking for something to help kick start your next project?
Envato Market has a range of items for sale to help get you started.