7 days of PS Actions, graphics, templates & fonts - for free!* Unlimited asset downloads! Start 7-Day Free Trial
Advertisement
  1. Design & Illustration
  2. Drawing Theory

7 Pecados do Artista Iniciante: O Que Impede Você de Ser Bom

Read Time: 19 mins

Portuguese (Português) translation by Ingrid Fornazari (you can also view the original English article)

Tudo é mais difícil quando você é um iniciante, mas o problema com desenhar é que todo mundo pensa que sabe como. Os desenhos saem bons ou não, mas você não pode culpar o artista, é o talento que conta, certo?

Absolutamente...não! Se você não tem visto nenhum progresso, apesar de praticar muito, isso não significa que você não tem o talento necessário para ser um bom artista. Isso pode significar apenas que você está praticando errado  Se você não acredita em mim, deixe-me mostrar a você os erros mais comuns feitos por artistas iniciantes. Simplesmente evite-os para dar um pontapé no seu melhoramento!

1. Eu Quero Desenhar Tudo

Você desenha porque você tem um desejo de desenhar, é simples. Mesmo que suas habilidades limitem você, você não, você tem tantas ideias para desenhar! Um dia você desenha um dragão lutando com um robô. No outro dia você trabalha em uma paisagem. Mais tarde você decide praticar perspectiva e desenhar uma cidade inteira. Você está constantemente inspirado, e se sente ótimo. Se sua mão pudesse apenas escutar....

O Que Há de Ruim Nisso?

Desenhar não é apenas uma única habilidade. Mesmo que cada desenho seja feito de linhas, usando movimentos de mão semelhantes, é o que acontece no cérebro que importa. E os processos no cérebro são diferentes para os vários tipos de desenho.

Pense sobre isso: qual a diferença entre desenhar e escrever, de um modo técnico? Não é o último sobre desenhar letras? Esqueça sobre a ferramenta por um momento; você pode desenhar com uma caneta esferográfica e você pode escrever com um lápis. Então, se você pode escrever, você pode também desenhar! Alem do mais, você ainda tem seu próprio estilo!

A diferença é a intenção, não o resultado. E diferentes partes do cérebro são usadas para diferentes intenções, diferentes propósitos. Uma palavra escrita pode ser construída com o mesmo número de linhas que um esboço de um cavalo, mas para seu cérebro eles vem de dois processos diferentes.

Por exemplo, desenhar um animal é normalmente sobre "sentir" o px do corpo. Seu trabalho é colocar esses sentimentos em linhas. Desenhar uma cidade, por outro lado, requer pensamento matemático, fazer uma linha muito curta ou num ângulo errado e tudo estará arruinado. Desenhar uma paisagem pode nem ser sobre as linhas em si, você deve antes, focar nas luzes e sombras e recriá-las no papel com uma séria de linhas de esboço.

Ao tentar desenhar cada ideia que vem a sua mente, você sem saber torna isso mais difícil para você mesmo. Você pode desenhar um gato bonito, mas não significa que você seja capaz de desenhar um plano de fundo sem qualquer problema. E construir um humano pode ser bem diferente para a sua mente do que construir uma espaçonave!

Como Consertar Isso?

Desenhado muitos tópicos diferentes você aumenta sua "habilidade geral de desenhar"(B). É enorme, porque inclui todos os tópicos que você pode desenhar, então ele cresce bem devagar. Ao invés de ter 100% de foco em maximizar as habilidades menores (A). Por exemplo, é muito mais fácil chegar perto de 100% em desenhar gatos!

what to learn drawingwhat to learn drawingwhat to learn drawing

Você precisa decidir o que você quer ser capaz de desenhar. Ao invés de tentar misturar sinais Latinos e Chineses e ficar imaginando porque eles não tem nenhum significado juntos, foco em um. Não pule de um tópico para outro apenas porque você se sente assim.

Tente melhorar um tópico de cada vez, e o mais importante, não olhe para todos os seus desenhos como um indicador da sua "habilidade geral de desenhar". Se você é ótimo em desenhar carros, ninguém vai chamar você de artista ruim apenas porque você não consegue desenhar um leão!

2. Eu Sei Como Desenhar Isso, Apenas Me Deixe Tentar

Você viu muitos cães em sua vida, então é claro que vcê sabe como eles se parecem! É apenas que sua mão não entende o que você está tentando dizer a ela. Você tenta desenhar as patas, e elas saem muito estranhas, não como deveriam ser. E você sabe como elas devem ficar, então por que não ficam?

Você tenta mais uma vez, e de novo. Você pega uma versão diferente de patas a cada vez, mas nenhuma delas se encaixa na sua visão. Ah, como seria bom se tivesse talento! Você obviamente não tem, então sua única chance é tentar mais...

O Que Há de Ruim Nisso?

Você não sabe como as patas devem ficar. Se soubesse, você as desenharia dessa maneira. Não acredita em mim? Então me descreva ela em detalhes. Não, não as desenhe. Eu sei que a necessidade é forte, mas espere. Imagine que você já as tenha desenhado. O que você vê? Descreva isso!

Na maioria dos casos você descobre que você conta muito pouco sobre o objeto que você quer desenhar. Você tem essa sensação de que pode desenhar isso com todos os detalhes, mas surpreendentemente, você não consegue nem contar quais são esses detalhes. Sim, a cabeça de um rinoceronte é grande, e tem um chifre...ou dois? Há um pequeno olho...em algum lugar na face, e a boca é...Onde?

Quanto mais perguntas você faz a você mesmo sobre o objeto, melhor você entende poque você falha. Você realmente não sabe o que está tentando desenhar. Você é apenas capaz de reconhecer se é o que você quer quando já está desenhado. É por isso que você tenta de novo e de novo. Cada vez você dá a si mesmo algo novo para reconhecer,  mas isso não significa que você esteja mais perto da sua visão. Você está jogando um jogo de adivinhação!

why cant i draw from imagination so hardwhy cant i draw from imagination so hardwhy cant i draw from imagination so hard
Você não sabe realmente onde os olhos deve estar exatamente, você pode apenas dizer se parece "bom o suficiente" quando já está desenhado.

Como Consertar Isso?

Claro, há uma chance de que você esteja adivinhando certo a combinação de linhas eventualmente, mas por quê? Apenas para provar a você mesmo que você pode desenhar a partir da sua imaginação sem nenhuma ajuda? Se essa é sua meta, tudo bem, persiga ela, mas não culpe a falta de talento por suas falhas. Você escolheu jogar esse jogo no nível mais alto de dificuldade, então não chores se estiver difícil de vencer.

Para desenhar algo a partir da imaginação, primeiro você precisa criar uma receita mental para isso. Aquela memória do cão não é suficiente, você precisa de uma forma diferente de memória para convertes em linhas. É como uma foto de um prato e a receita, é quase impossível recriar a receita a partir da foto quando você é apenas um iniciante na culinária.

A foto mental é algo assim: "Quatro pernas anexadas a um corpo, pescoço grande, cauda longa e peluda, cascos. Essa é toda a informação que você precisa para reconhecer um desenho de um cavalo, mas não é o suficiente para desenhar realisticamente. Essa é a descrição de um desenho de criança!

drawing from imagination drawing from imagination drawing from imagination

A receita mental é muito mais detalhada. Ela contém as proporções entre as pernas e o torso, define de onde as pernas dobram exatamente, e especifica que tipos de articulações há naquele ponto de dobra. Isso não apenas diz a você que o corpo de um cavalo é coberto de pelos, ele define a direção dos pelos. Então essa informação em sua mente deve se parecer mais com isso:

drawing from imagination how to learndrawing from imagination how to learndrawing from imagination how to learn

Há três maneira de se obter tais receitas:

  • Desenhe o mesmo objeto várias vezes usando várias referências, sua mente vai buscar atalhos para seu desenho mais rápido a cada vez.
  • Analise várias referências do objeto, crie uma receita real (uma folha de referência), e pratique até você se lembrar.
  • Encontre alguém que já criou uma folha de referência limpa e pratique até você se lembrar dela (tenha cuidado aqui, você pode acaber repetindo os erros do autor).

Antes de você começar a desenhar, tenha certeza de que você sabe a receita. Se você não tem, e não que aprender, simplesmente use uma referência. Não é trapacear! Claro, é bom desenhar algo de memória, mas primeiro você precisa colocar isso lá!

Você pode aprender mais sobre esses tópicos nos meus artigos:

3. É Tarde Demais Para Desistir Agora

Desenhar não é fácil, e você sabe. Você está esboçando este dragão e a cada dois minutos você tropeça em algum problema. Esses problemas se acumulam, mas você continua, quando você adiciona as cores, ninguém notará que há algo errado. E você não pode parar agora, depois de todas essas horas!

O Que É Ruim Sobre Isso?

Basicamente, você está tentando decorar algo quebrado. Mesmo que parecesse promissor no início, obviamente você está fazendo algo errado agora.  Não finja que isso pode ser corrigido adicionando as cores, é improvável.  Se essa perna está dobrando errado, e você não pode apagar, por que você continua tentando terminar a imagem? Mesmo se você a cobrisse com ouro, não consertaria esse pesadelo anatômico!

bad drawing continuebad drawing continuebad drawing continue
Esta pose estava condenada desde o começo mas eu me recusei a acreditar. Arte feita por mim, 2010.

Como Corrigir?

Se você puder ver que sua imagem está ficando errada, pare.  Não importa quanto tempo você já investiu na criação desta peça, ainda há algum tempo que você pode economizar se você parar agora.  Muitas vezes, requer menos esforço para criar algo de novo do que para corrigi-lo repetidamente. 

Se você tem medo que não será capaz de desenhar nada tão legal novamente, está revelando um problema maior do que essa perna errada. Você não está confiante sobre suas habilidades, o que significa que você deve praticar antes de investir horas em uma única ilustração. É compreensível que você queira mostrar aos outros o quanto você é bom, mas a verdade é que, por enquanto, você não é.  Não esconda essa verdade ao fingir que não cometeu um erro. Saiba como evitá-lo na próxima vez.

4. Todo Desenho É Sagrado

Você não apenas termina cada desenho que você começa. Você sempre lembra de publicá-los nas mídias sociais, para seus amigos e fãs para verem.  Não importa o que seja: uma obra-prima polida, um esboço ou um estudo, você compartilha tudo. É assim que rola.

O Que Há de Ruim Nisso?

Na superfície, isso parece bem inofensivo. O problema se situa mais profundamente. Quando você está ciente que o desenho que você está trabalhando vai ser visto por alguém, você automaticamente tenta ajustá-lo para as necessidades deles. Esse desenho deve ser perfeito!  E porque você publica todos os desenhos, você nem sequer pode se equivocar.

Erros são um efeito colateral natural de fazer alguma coisa nova. Se você que evitá-los, o melhor método é evitar fazer coisas novas completamente. Isso pode acontecer se você compartilhar cada foto: mesmo quando você está preenchendo uma página do seu sketchbook com estudos de uma mão, você apenas vai escolher poses fáceis com as quais você se sente confortávél. Apenas parece assustado que seus fãs possam ver um desenho ruim seu!

Ter o público observando cada passo seu deixa você menos propenso a arriscar. Se houver uma chance que você possa perder, é melhor não jogar de modo algum, e fingir que você pode vencer, se quiser. Você perdeu a oportunidade de perder alguma coisa por falhar, apenas porque você não quer que outros vejam você falhar!

Como Corrigir Isso?

Há duas maneiras. Primeiro, desenhe para si mesmo.  Compartilhe apenas as imagens que você mais gosta, e deixe os esboços para você.  Ao estudar um tópico, não pense o quanto legal seria mostrar aos outros uma página completa de esboços ("Olhe como eu estava produtivo hoje!").  Subconscientemente, faz você tentar mais e ficar menos ansioso para experimentar. E os estudos não são para você se vangloriar, eles são para aprender!

how to study drawinghow to study drawinghow to study drawing
Se você quiser realmente se gabar de sua produtividade, é melhor combinar seus estudos em grandes lotes, de modo que os experimentos com falha não sejam realmente visíveis.

A outra maneira é... relaxar Aprenda a se sentir confortável com o pensamento que outros podem ver seus erros. Abrace sua imperfeição e permita-se ser ruim. É melhor mostrar aos outros todas as suas figuras, boas e ruim, do que desenhar apenas as coisas que você tem certeza que vão parecer boas.

Quando você é um iniciante, cada desenho parece sagrado. Você começa algo, e então você deve terminá-lo e mostrá-lo aos outros. Não é realmente o caso! Vá, tente, desenhe algo, e rasgue, simples bem assim. Não é o último desenho da sua vida, nem é a melhor figura que você jamais desenhou. Quanto mais apegado você está a um desenho, mais difícil é para você aprender e mudar.

Erros são inevitáveis. Não finja que você nunca desenhou algo ruim. Permita-se ser ruim, e então encontre os erros e veja como você pode evitá-los da próxima vez. Desenhe para ser melhor, não para ser elogiado.

5. Eu Desenho Apenas O Que Você Quer Ver

Talvez você não seja o melhor artista, mas há algumas coisas nas quais você é bom. Por exemplos, as pessoas amam as suas peônias. Cada vez que você posta uma peônia você consegue um monte de comentários positivos, é muito bom. Você costumava desenhar outras coisas também, mas, ninguém reagia a eles, então você parou.

O Que Há de Ruim Nisso?

Porque você se sente bem quando alguém elogia seu trabalho artístico, é natural que você queira criar o que eles querem ver. O problema ocorre quando essa necessidade se torna patológica, você não consegue criar nada novo por medo de não ser recebido positivamente.

Além disso, você se torna um escravo do seu público. Suas necessidades não importam, seu trabalho é agradá-los. Em retorno você recebe elogios,  mas não seria melhor ser elogiado por algo que você escolhe desenhar por você mesmo?

fan art foxy fnaf realisticfan art foxy fnaf realisticfan art foxy fnaf realistic
Fã arte é legal, mas tenha certeza de não ser a única coisa que você está permitido a desenhar (ilustração do Paint Fox da Série Five Nights at Freddy's no Adobe Photoshop)

Como Consertar?

Siga seu coração! Se você gosta de desenhar peônias, tudo bem, mas não faça isso apenas porque você pensa que isso é a única coisa que eles querem ver. Se você quer ter fãs para a sua arte, não para o estilo/tópico que você usa, você deve fazer a sua coisa. A fã arte pode ser um ótimo método para chamar a atenção, mas não deve ser a única maneira de manter seu público.

E algumas vezes é melhor ter alguns poucos fãs, do que servir a dúzias desses que não ligam realmente para você.

Aqui está algo para ler se você quer saber mais:

6. Esses Não São Meus Traços, Mas Agora São

Você tem muitas ideias, mas se acha incapaz de começar a desenhar. Você passa por cima desse problema usando uma desenho de linhas e bases oferecidas por outros artistas, e algumas vezes você usa uma foto para criar seu próprio desenho de linhas, traçando sobre as linhas da foto.

O Que Há de Ruim Nisso?

Está tudo Ok se você desenhar apenas por diversão, mas se você quer ser um bom artista, isso não vai levar você há lugar nenhum. Organizar sua casa não é a mesma coisa que construí-la, e você não pode chamar a você mesmo de construtor por ter colocado um sofá na sala. Igualmente, você não é realmente um artista se você apenas é capaz de finalizar o trabalho de alguém.

E não é apenas questão de definições. Começar um desenho á a parte mais difícil do trabalho, você nunca aprenderá a fazer isso se simplesmente pular essa parte. As pessoas que criaram o desenho de linhas para você tiveram que aprender isso primeiro. Você pode fazer isso também, mas apenas se você desistir das soluções fáceis.

A pior versão desses "pecados! é quando você traça e usa as bases, mas você finge que não. Isso é como pegar um ônibus na parte final de uma corrida. Mesmo quando todos elogiam você, a verdade não muda, você não consegue desenhar, não importa o quanto suas figuras pareçam ser boas.

why tracing is badwhy tracing is badwhy tracing is bad
E não é sobre os resultados, mas sobre o processo que leva a ele.

Como Consertar?

A solução é muito simples: para melhorar, faça o que é mais difícil. Se é difícil, isso significa que você não pode fazer isso ainda, então se você administrar isso para ficar mais simples, significará que você está melhor. Evitar coisas difíceis faz o oposto, é muito desconfortável voltar atrás uma vez que você aprendeu a burlar a dificuldade.

Você pode fantasiar sobre o quanto o talento deixa as coisas mais fáceis e justificar sua trapaça dessa forma, mas é tudo questão de preguiça. As pessoas gastam horas todos os dias tentando aprender como desenhar, e você apenas diz, "Eu não tenho talento, então eu devo...me ajudar a criar qualquer coisa".

Se você quer ser um bom artista, mude sua cabeça e comece a trabalhar duro. Se você não quer ser apenas elogiado, mesmo por razões falsas, então porque você está lendo isso?

7. É Meu Estilo!

Você sabe que seus desenhos não são perfeitos, mas decentes. Você ama quando as pessoas apreciam o tempo que você gastou para mostrar a eles sua arte, mas você se consome em ressentimentos quando alguém faz o oposto. Como eles se atrevem a dizer a você o que está errado com a sua figura?? É seu desenho, você sabe melhor que ninguém como ele deve se parecer!

O Que Há de Errado Nisso?

Primeiro, duas definições:

  • Fato - verdade para todos, baseado em atributos objetivos ("água é molhada")
  • Opinião - verdade para algumas pessoas, baseadas em atributos subjetivos ("rosas são bonitas")

As pessoas que comentam o seu trabalho estão apenas expressando as opiniões delas. "É tão bonito!" Não é um fato, porque nem todo mundo vai concordar. Essa afirmação não "define" seu trabalho artístico como bonito, nem muda seus estado de alguma maneira. Tudo o que significa é que a pessoa gostou da sua foto.

Igualmente, quando alguém diz "Você não consegue desenhar", é a opinião deles. Isso não significa que você não pode desenhar (de acordo com algum padrão objetivo), apenas que essa pessoa não tem suas habilidades em alta conta. A opinião deles não muda a verdade!

O problema é que os humanos tendem a simplificar tudo para pensar e reagir mais rápido. Fato é algo sobre o que todo mundo concorda, mas "todo mundo" pode ser simplificado por "todo mundo a quem perguntei". Então, se você pergunta a dez pessoas, cada uma delas tem o poder de criar um "fato" por afirmar a opinião delas!

Quando você encara dessa maneira, cada opinião que você ouve é muito arriscada. As vezes é melhor silenciá-las completamente ("Sem comentários por favor, estou apenas aprendendo"). Mas então você não consegue nenhum comentário positivo também, então você nunca saberá se seu desenho é bom! Você tem duas maneiras de resolver isso.

  • Desenhe algo perfeito para conseguir apenas opiniões positivas.
  • Desenhe algo imperfeito, e então chame cada opinião negativa de falsa.

O primeiro modo é impossível, você nunca vai agradar todo mundo (mas você pode simular essa situação mostrando seu trabalho apenas para espectadores favoráveis). O outro modo é simplesmente desonesto, é como se você dissesse "Apenas aqueles que concordam comigo estão certos".

Como Consertar?

Deixe as opiniões serem o que realmente são, afirmações de sentimentos pessoais. Se você não gosta de tomates, você não precisa explicar a cada um que eles apenas tem gosto ruim para você. Não é bom nem ruim, a menos que alguém que ame os tomates que ele planta em casa te peça par julgar o gosto dels. Você não gostar, não os faz ruins, mas o fazendeiro pode se sentir desapontado.

Todo mundo tem o direito de não gostar da sua arte, assim como você não tem que admirar a Mona Lisa. Alguém disse que seu desenho é ruim? Tudo bem! Eles apenas estão tão corretos como alguém que disse que ele é bom. Reaja aos dois da mesma maneira. Entretanto, há padrões objetivos que você pode usar para fundamentar o fato.

Nós separamos umas coisas das outras por criar definições para elas. Se algo não encontra sua definição, ou é uma versão anormal dessa coisa, ou simplesmente não é essa coisa. Se você encontrar um pássaro que não põe ovos, isso não significa que não é um pássaro. Se você ver um cavalo com asas, ele não é um cavalo. Mas um cavalo com os joelhos dobrados, por outro lado, ainda é um cavalo, apenas um anormal

its my style anatomically wrongits my style anatomically wrongits my style anatomically wrong
Da  esquerda para a direita: um gato, uma gato anormal, um não gato. Você não pode culpar alguém por notar que no seu estilo os gatos parecem anormais.

Isso significa que se alguém diz "Lobos tem pernas mais longas", eles estão se atendo ao fato não a opiniões. Gritar "Esse é meu estilo!" não muda o fato de que  "seus" lobos tem pernas mais curtas do que os reais. Eles apenas tem. As pessoas podem não gostar (opinião), mas uma pessoa que notou a verdade está simplesmente certa.

Os fatos não podem ser bons ou maus, apenas a sua opinião sobre eles os tornam assim. Se você está bravo com eles simplesmente significa que você gostaria que eles fossem diferentes. Por exemplo, se alguém diz que seu urso não se parece como um urso de verdade (porque ele está digitígrado, como um cão), e você ficar irritado, você está realmente irritado com a sua inabilidade de desenhar um urso realista. E, de novo, você pensa que essa pessoa que afirmou o fato, é que o criou, então você direciona toda a sua irritação para ela.

Se você quer ser um artista melhor, você precisa ser mais aberto as críticas. Essas são apenas palavras sobre o seu trabalho artístico, nada mais. Você pode ignorá-las ou usá-las para melhorar. Pergunte a pessoa que comentou, porque ela acha que não parece um urso real? O que você deveria fazer para deixar ele mais realista?

As pessoas que comentam geralmente vêem mais que você. Escute os fatos, aprenda com eles, e então aplique os ensinamentos deles nos seus desenhos. Com o tempo você receberá menos comentários como esse porque haverá menos para ser melhorado! Não finja que você já é bom, ou você nunca será.

Leia isso se você quiser saber mais:

Conclusão

Desenhar é decepcionantemente simples, e nossas concepções erradas sobre isso podem facilmente se tornar um obstáculo para o nosso aperfeiçoamento. Espero que esses sete pecados nunca fiquem no seu caminho de novo!

Se você estiver interessado no tópico de aperfeiçoamento como artista, você também pode gostar desses artigos:

Advertisement
Did you find this post useful?
Want a weekly email summary?
Subscribe below and we’ll send you a weekly email summary of all new Design & Illustration tutorials. Never miss out on learning about the next big thing.
Scroll to top
Start your 7-day free trial*
Start free trial
*All Individual plans include a 7-day free trial for new customers; then chosen plan price applies. Cancel any time.