Advertisement
  1. Design & Illustration
  2. Drawing

Fundamentos de Anatomia Humana: Dominando as Expressões Faciais

Scroll to top
Read Time: 29 min
This post is part of a series called Human Anatomy Fundamentals.
Human Anatomy Fundamentals: Advanced Facial Features
Human Anatomy Fundamentals: How to Draw Hands

Portuguese (Português) translation by Ingrid Fornazari (you can also view the original English article)

Final product imageFinal product imageFinal product image
What You'll Be Creating

Para aqueles que o trabalho de ilustração inclui personagens, expressões faciais são como o monitor do computados: se não funcionar direito, toda a engenharia brilhante que vai para construir o hard drive é desperdiçada.

O rosto humano está no topo da hierarquia das coisas que o olho é imediatamente atraído: se o rosto está visível em uma determinada composição, a primeira coisa que olhamos é a expressão. O corpo expressa ação, mas o rosto é a janela para a vida interna de alguém, e a expressão dessa vida interna em um personagem faz toda a diferença entre um artista observador habilidoso (ou escritor) e um de madeira. Essas são duas razões massivamente importantes do porquê nós devemos realmente trabalhar nessa habilidade em particular. Uma expressão facial que esteja viva pode compensar algumas fraquezas em proporções (parcialmente porque vai evitar que o olho fique vagando para longe do rosto), mas não o inverso, um personagem com o rosto parecendo uma máscara de cera é um desligamento.

No desenho de expressões faciais não há acordo com a dicotomia da realidade versus representação. Assim como atores de teatro tem que sustentar sua atuação com mais gesticulação e discurso teatral do que o normal, porque as expressões faciais "normais" não são vistas facilmente pela audiência, então nós temos que passar por cima do "como um rosto triste parece" e mirar no "que pistas faciais podem ser lidas como tristeza". Em outras palavras, uma ilustração precisa compensar com pistas da vida real que não estão presentes no papel.

Nesse tutorial eu discuto as partes do rosto que  mudam para expressar emoção, então prosseguimos mostrando como conseguir uma ampla variedade de expressões faciais. Eu tentei incluir muitas emoções que são complexas porém frequentemente usadas, mas de modo algum isso representa toda a variação do que a face humana pode expressar. O diagrama funciona muito como uma roda de cores: quaisquer duas cores podem ser misturadas, mas se você misturar muitas delas o resultado é um matiz indefinível acinzentado. De modo semelhante, nós podemos sentir muitas emoções ao mesmo tempo, mas por mais numerosas ou contraditórias que sejam, mais o rosto assume uma máscara ambígua já que uma cancela a outra. Não há uma receita para atingir isso com sucesso, apenas uma grande regra de ouro: o quanto você vai desenhar bem uma emoção está relacionado com o quão bem você é capaz de simular essa emoção você mesmo, em outras palavras sentir enquanto desenha e estar consciente de como você reage a isso, é exatamente o que um ator convincente faz.

A Árvore das Emoções usada aqui é meu próprio sistema de ramificações e o que eu acho conveniente, mas certamente não é uma classificação científica, e é possível arranjar isso de forma diferente As etiquetas são  melhores entendidas como relacionadas umas com as outras do que valores absolutos, porque pessoas diferentes não só expressão emoções de forma diferente, elas também as interpretam de forma diferente dependendo de suas experiências e cultura. A emoção etiquetada como "com raiva" pode parecer "furioso" para você, ou talvez o seu personagem seja tão estoico que sua raiva possa parecer apenas "irritado" no seu diagrama. O que realmente importa é aqui é que "com raiva" é mais que "irritado" e mais fraco que "furioso". Aqui está um fato útil: estudos indicam que a expressão facial de alegria, tristeza, raiva, medo, surpresa, nojo, e interessa são universais através das culturas.

Como as Características Faciais Mostram Seus Sentimentos.

Olhos

Muito pode ser feito com os olhos apenas. A interação das pálpebras, posição da íris e tamanho da pupila cria diferenças sutis porém perceptíveis na expressão, já que os olhos são o ponto focal principal do rosto. Eles dominam toda a expressão, então certifique-se de que você tem os olhos certos antes de focar no resto. Na  árvore de Emoções, a abertura do olho e o estado da pupila são descritos com os mesmos termos em negrito como definido abaixo:

Por alerta eu quero dizer os olhos no seu estado natural quando estamos ativos. eles não tem que estar mais abertos do que os olhos relaxados, mas em estilo de desenho isso não é muito detalhado, as pálpebras não devem ser desenhadas porque elas dão uma pista de aparência "não alerta" para o observador.

As pupilas também tem três tamanhos.

A pupila dilatada não acontece com um olho alerta ou bem aberto (com exceção apenas de terror profundo). Uma pupila contraída não acontece com olhos relaxados ou sonolentos.

Observe que olhos claros (azul, cinza) parecem mais largos do que os olhos escuros, inversamente, olhos escuros sempre parecem mais relaxados do que olhos claros. Ajustes nos três fatores de uma maneira ou outra sempre são necessários para fazer com que parecem corretos. Porque eu preciso mostrar a pupila, meus diagramas todos tem olhos claros.

Sobrancelhas

As sobrancelhas são bem sutis. Eu descobri que a menor mudança nas sobrancelhas pode alterar a expressão que estou desenhando. Para nossos propósitos nós podemos dividir a sobrancelha em duas partes que podem se mover semi independentemente: a cabeça e a curva. Eu disse semi, porque uma sempre acaba puxando a outra um pouco. Elas podem estar em descanso as duas, levantadas ou abaixadas, e a combinação dessas duas contrações formam as expressões conforme mostra essa tabela:

Cada contração pode mostrar vários graus de intensidade, que também afeta a forma geral (e cria sulcos acima do nariz e na testa), então nós acabamos com muitas variações bem sutis que não podem realmente serem representadas numa tabela. Use suas habilidades de instinto e observação. A Árvore de Emoção mostra uma boa variação de exemplos.

Boca

A área da boca é secundária apenas a áreas dos olhos para expressões. Você vai encontrar detalhes das posições (e características expressivas adicionais tais como covinhas, dentes...) dentro da Árvore de Emoções, mas aqui está uma nota sobre as formas da boca, que são criadas pela combinação das curvas de cada lábio.

  1. Ambos os lábios curvados para cima: forma da boca sorriso, felicidade genérica (aberta).
  2. Lábios superiores curvados para baixo, inferior curvado para cima: extra feliz, 
  3. Os dois lábios curvados para baixo: desânimo, medo (os cantos estão relaxados mas o lábio inferior empurra para cima em aflição.
  4. Lábio superior se curva para baixo, lábio inferior para cima, mas dessa vez a parte superior é maior: mandíbula caída. Tudo é solto.
  5. Os lábios parecem que vão se juntar no meio: causado pelos cantos que são levantados em um "rosnado": essa é a boca aberta de raiva.

Nariz

O nariz não é a característica mais expressiva, mas ele se alarga sob certas emoções (raiva, choro, desgosto, animação) e até mesmo enruga na base durante raiva e nojo extremos.

A Árvore da Emoção

Essa é minha classificação das 58 expressões faciais mais comuns, muitas delas podem ser combinadas se necessário. A partir do rosto em Branco, ela se ramifica em 5 grandes emoções: Relaxada, Surpresa, Sorrindo, Raiva e Triste. As características de cada expressão são detalhadas abaixo.

O Galho Relaxado

Caracterizada pela horizontalidade de características e a falta de distorções faciais extremas.

Branco:

O rosto em branco é o ponto de partida para todas as emoções, mas é discutido aqui por ser diferente do rosto relaxado. Na realidade, o rosto em branco ou face neutra é o rosto relaxado, mas não se parece com ele necessariamente. As características individuais das pessoas interferem; algumas pessoas quando totalmente relaxadas parecem que estão carrancudas, outras parecem sorrir. Então no papel, para fazer o rosto em branco,nós precisamos seguir os pontos:

  • O rosto não tem expressão mas não está solto.
  • As sobrancelhas são neutras.
  • Os olhos estão alertas mas podem estar relaxados para um olhar branco e sem foco.
  • As pupilas são tangentes.
  • Os lábios estão fechados e neutros (linha horizontal reta).

Relaxado:

Para distinguir isso no papel em relação a face em branco, nós precisamos enfatizar a sensação de relaxamento.

  • Vire a boca levemente para cima. O sorriso é quase imperceptível mas deixe claro que isso é mais do que um sentimento agradável.
  • As sobrancelhas ainda são neutras.
  • Os olhos estão relaxados, pupilas cobertas e confortavelmente dilatadas.

Em Paz:

A paz interna e serenidade se manifestam na ausência de qualquer tensão nas características faciais.

  • A única diferença real da "relaxada" são os olhos fechados como em confiança ou rendição.
  • O fato dos olhos estarem fechados fazem com que as sobrancelhas caiam um pouco.
  • A pálpebra e área ao redor relaxadas, os olhos fechados são suaves com a pálpebra se curvando para cima.

Revigorada:

"Aahhh..." O rosto vende produtos de limpeza e aromas agradáveis.

  • A única diferença real com "em Paz": o sorriso e partes dos lábios se alargam, uma reação instintiva a algo que agrada os sentidos. Observe que se o estímulo ficar mais forte, resulta na expressão "Saboreando".

Saboreando:

"Mmmm..." Os sentidos estão satisfeitos.

  • O sorriso se alarga, os cantos são comprimidos, covinhas podem aparecer.
  • Os olhos ainda estão fechados, pela mesma razão.
  • A cabeça está inclinada para trás e o queixo levemente levantado - se afastando das coisas mundanas para ter melhor foco no sentimento.

Preguiçoso:

Pálpebras pesadas combinadas com um sorriso denunciam o fato de que essa pessoa não está apenas "relaxada" mas tem toda a intenção de ser ociosa.

  • Os olhos são sonolentos, pupilas estão pelo menos meio cobertas: o tônus das pálpebras é menor do que no normal no estado acordado.
  • Mesmo as sobrancelhas são mais achatadas do que o normal.
  • O sorriso é suave - menos esforço!

Cansado:

A perda do tônus não é mais algo apreciado, mas é devido a perda de energia.

  • A cabeça cai para frente um pouco.
  • Os olhos são sonolentos.
  • As sobrancelhas são queixosas.
  • Bolsas começam a aparecer sob os olhos.

Exausto:

Nenhuma energia sobrou, tudo cai.

  • A cabeça cai notávelmente.
  • As sobrancelhas são mais lamuriosas, até mesmo com dor.
  • Os olhos mal podem ficar abertos.
  • As bolsas dos olhos são enfatizadas.
  • A mandíbula está relaxada o suficiente para cair levemente.

Com Sono:

Cochilando. É um tipo diferente de cansaço, não devido a esforço excessivo,  e como resultado não mostra nenhuma tensão (a menos é claro que alguém esteja com ambos, cansado e sonolento).

  • A sobrancelha está tensionado sobre o olho, nós tentamos forçá-los a ficarem abertos.
  • A cabeça balança para frente e é muito comum também se inclinar para um lado.
  • O outro olho e sobrancelha estão totalmente relaxados como se estivessem acordados.
  • A boca é neutra.

Grogue:

"Hã? O que?...Onde está meu café?" Há um estado onde se acorda com grande dificuldade, por exemplo, manhãs de segunda.

  • Os olhos estão sem foco e embaçados.
  • As sobrancelhas estão desnorteadas.
  • A boca está confusa.

Entediado:

"Morto de tédio" é uma expressão perspicaz. todas as características são horizontais, como se estivesse procurando por uma expressão mais em branco do que o rosto em branco.

  • As sobrancelhas são as mais planas e baixas possíveis.
  • A boca é levemente voltada para baixo (tédio não é agradável), mas não o suficiente para parecer que há um esforço envolvido.
  • Os olhos são sonolentos.

O Ramo Surpresa

Essa é uma área menor que o resto, porque a surpresa geralmente  está incorporada a outras emoções, mas aqui nós estamos olhando para uma surpresa pura "sem sabor", nem positiva nem negativa. Sua característica geral é abertura e arredondamento: primeiro os olhos, então o resto das características.

Curiosidade:

A única alteração em relação ao rosto em branco está expressa na região dos olhos.

  • As sobrancelhas levantam; uma pode ficar mais levantada que a outra para ênfase.
  • Os olhos se tornam alertas e focados.
  • A boca pode estar aberta levemente como se fosse tomar mais.

Surpresa:

A reação típica a algo não esperado. A cabeça costuma simultaneamente ser empurrada para trás.

  • A boca enruga; esse é um efeito mais estilístico do que uma reação real, reduzindo a boca para trazer todo o foco para os olhos abertos.
  • Olhos arregalados, arredondados (com a íris quase livre) e sobrancelhas
  • A boca pode estar levemente aberta.

Confuso:

"Eu não consigo entender isso..."

  • Os olhos se apertam um pouco como se estivesse encarando um problema, olhando para baixo.
  • As sobrancelhas se franzem em foco.
  • Os lábios são franzidos em reflexo.
  • Uma das sobrancelhas é levantada, opcionalmente, em preocupação ("Será que vou entender isso?").
  • Behavioristas tem observado as seguintes diferenças entre os gêneros: Quando perplexos, homens tendem a esfregar seus queixos com as mãos, puxar os lóbulos das orelhas, ou coçar a testa/bochechas/parte de trás do pescoço. Mulheres por outro lado tendem a colocar o dedo no seu dente da frente inferior com a boca levemente aberta, ou colocar o dedo sob o queixo.

Impressionado:

Isso é em reação a algo não apenas inesperado, as que nós nunca pensamos ser possível. Isso tende a ser acompanhado por uma elevação da cabeça para cima, de modo que os olhos tem que olhar para cima de verdade, para o que quer que seja impressionante (ou a ideia dele).

  • Os olhos estão bema abertos, mas a sobrancelhas não estão arcadas ou levantadas (o inverso do "curioso"), como se todo o rosto não quisesse acreditar nas notícias ainda.
  • A mandíbula cai um pouco.

Chocado:

"Supreso" em uma escala muito mais intensa, descrença total, pouso alienígena, um animal perguntando as horas, coisas desse tipo.

  • A mandíbula cai: isso significa que ela fica sem energia, a boca permanece  estreita. Uma abertura larga, como no medo, necessita de esforço muscular que não está disponível no momento.
  • As sobrancelhas se levantam muito.
  • Os olhos estão aberto no máximo, íris livre.
  • Uma linha arredondada opcional ao redor dos olhos, ilustra a ideia de que eles estão saltando das órbitas.
  • Os lábios não se curvam, então os dentes não estão a mostra.

O Ramo Sorrindo

Caracterizado pelas características faciais curvadas para cima.

Sorriso:

Esse sorriso é conhecido como educado, intencional, fraco ou "falso". É revelado por dois sinais (mas não se confunda com a o sorriso discreto mas genuíno, como no "em paz").

  • As sobrancelhas inferiores não se contraem, não criam pés de galinha nos cantos dos olhos.
  • Os cantos da boca se esticam horizontalmente ao invés de curvar para cima.

Esse é o sorriso usado frequentemente em fotografias porquê não distorce as feições. Em culturas como no Sudeste da Ásia, tal sorriso pode significar constrangimento ou até mesmo uma recusa educada.

Sorriso Real:

Um sorriso sentido como o coração (também chamado de zigomático) é um reflexo que não pode ser falsificado.

  • As pálpebras mais baixas contrastam com o enrugamento olhos, criando linhas de pés de galinha.
  • Os cantos da boca se curvam para cima, o que faz toda a linha da boca se mover para cima levemente no rosto.

Sorriso Largo:

Um  "sorriso real" que foi feito com tanta intensidade que os lábios foram forçados a se separar e revelar os dentes.

  • Os olhos são os mesmos ou ainda mais enrugados.
  • Os cantos da boca são mais evidentes, com linhas que os conectam as asas do nariz.
  • O brilho triangular dos dentes é um poderoso sinal de felicidade.

Animado:

Essa emoção quer sair, então as feições apesar de ainda contraídas, se abrem.

  • Os olhos são bem abertos mas você ainda pode ver uma contração na linha inferior.
  • As sobrancelhas estão levantadas.
  • O sorriso largo é enorme.

Eufórico:

A represa estourou e o rosto derrama livremente alegria e excitação.

  • As sobrancelhas são arredondadas e altas.
  • Os olhos são redondos e as íris podem estar livres.
  • A boca sorridente se abre, é duro ficar quieto nesse estado.

Orgulhoso:

Aqui é mostrada como uma emoção neutra; para associações negativas veja "Esnobe" e "Arrogante".

  • Os olhos estão fechados e relaxados, contemplando uma realização própria.
  • O sorriso é um pouco presunçoso.
  • O queixo está para cima,e a cabeça inclinada para trás.

Satisfeito:

Quando as coisas seguem da maneira que queremos, mas nós tentamos conter a satisfação interna, por educação ou malícia.

  • Olhos fechados como se fosse esconder a própria satisfação.
  • A pálpebra inferior é empurrada para cima, enrugando mais o olho.
  • O sorriso largo é real, mas a boca é comprimida ao mesmo tempo, para esconder o regozijo, criando mais linhas.

Divertido:

"Opa! Isso é engraçado."

  • As sobrancelhas estão levantadas.
  • Os olhos estão particularmente alertas, a pupila um pouco contraída.
  • O sorriso se curva muito para cima, mas é comprimido em repressão, talvez para não ofender o objeto da diversão.

Gargalhando:

1. Ao cair na gargalhada: a cabeça se inclina para trás de repente. Todas as contrações na parte inferior do rosto, a região dos olhos é liberada por hora.

  • Os olhos estão fechados mas podem estar relaxados.
  • A boca está bem aberta, o lábio superior quase plano e o lábio inferior descrevendo uma curva parabólica generosa.
  • As sobrancelhas são altas e arredondadas.
  • As narinas estão dilatadas.
  • Os dentes e língua estão visíveis.

2. Gargalhar é uma reação violenta: Depois de pouco tempo, o estresse (e até mesmo a dor) começam a se mostrar conforme mais partes do rosto se contraem.

  • A cabeça e o corpo balançam para frente e para trás.
  • As sobrancelhas se franzem e se tornam nodosas.
  • Os olhos se contraem e podem começar a lacrimejar.
  • A boca ainda está muito aberta mas há um esforço para mantê-la fechada.
  • O nariz enruga e as narinas estão dilatadas.

Afetuoso:

Olhando para o ser amado, para uma criança ou algo adorável.

  • A cabeça é inclinada para os lados e um pouco para frente.
  • Os olhos são suaves: relaxados com a pálpebra inferior empurrada para cima de leve, pupilas cobertas.
  • A boca está curvada em um sorriso delicado.

Sedutor:

Isso varia com a personalidade, mas esse é um exemplo combinando algumas constantes.

  • A cabeça está inclinada para frente, uma sugestão submissa mostrando acessibilidade
  • A atração sexual dilata as pupilas e pintam as bochechas de vermelho.
  • Os olhos estão semicerrados, "olhos de quarto".
  • Os lábios estão evertidos (virados para fora) em um beicinho para sinalizar que é inofensivo e está disponível (em ambos os gêneros).
  • Observe que casais cortejando olham muito para baixo quando falam e ambos, homens e mulheres inclinam suas cabeças como sugestão de flerte.

Inocente:

"Quem eu?" Eu não tenho ideia do que você está falando." Para efeito cômico. Alguém que quer seriamente parecer inocente deve manter um rosto neutro e um olhar nivelado.

  • As sobrancelhas estão arredondadas e altas, como em surpreso.
  • Os olhos olham para cima ou para longe com exagero.
  • A boca pode assumir qualquer variação de uma gama de expressões desde franzida até sorriso largo.

Esperançoso:

O difícil dia de hoje e dias melhores amanhã estão refletidos nesse rosto juntos.

  • Os olhos olham para cima como se imaginassem o futuro ou se pleiteassem um melhor.
  • As sobrancelhas estão tristes: "pobre de mim."
  • O sorriso suave é o sinal real de esperança aqui; sem isso é apenas um rosto triste.

O Ramo Zangado

Caracterizado pela contração, particularmente da área entre as sobrancelhas, que conseguem os sulcos máximos em algumas dessa expressões. 

Olhar Sério:

Uma olhar levemente sério pode significar que alguém está começando a ficar irritado, mas não é necessariamente assim; o olhar sério também mostra foco, duvida, tentando se lembrar de algo. Um olhar sério em um rosto sorrindo faz parecer que está determinado, menos vago.
Apesar do olhar sério, o rosto ainda é em branco. É um rosto receptivo (escutando/assistindo/pensando): "Estou coletando dados antes de decidir como me sinto."

  • Os olhos estão alertas, recebendo informação.

Chateado:

Nenhuma ambiguidade aqui: essa emoção é mais suave do que com raiva, mas tem claramente sinais de irritação.

  • As cabeças das sobrancelhas se movem para baixo, e podem mostrar um sulco onde terminam.
  • É criado um sulco vertical no espaço entre as sobrancelhas.
  • A mandíbula está tensa em uma postura de morder que empurra o lábio inferior para frente e faz com que a boca se curve para baixo.
  • Os olhos estão alertas.

Com Raiva (zangado):

A raiva faz com que a pessoa encare fixamente, um comportamento muito básico, tentando fazer com que o outro se retire sem lutar.

  • As sobrancelhas estão baixas sobre os olhos e claramente franzidas, criando mais sulcos.
  • As narinas estão dilatadas, deixando as linhas das asas do nariz mostrando proporcionalmente a aversão sentida em relação ao objeto da raiva.
  • A boca é comprimida em uma linha com linhas descendentes bem marcadas nos cantos.
  • Um dos primeiros sinais de raiva é um rubor incontrolável nas orelhas.
  • Outros sinais de raiva são um corpo ereto, exibição dominante (mão nos quadris ou fechadas em punho, gestos de bater, palmas para baixo)

Furioso:

As emoções não podem mais serem contidas a boca se abre para gritar.

  • A cabeça se inclina para frente, como um touro pronto para investir.
  • As sobrancelhas estão em seu ponto mais baixo, causando sombra aos olhos.
  • Há tensão ao redor dos olhos.
  • Um "rosnado" faz com que os cantos superiores da boca se comprimam para cima enquanto o lábio inferior é ainda empurrado para cima, resultando na boca com essa forma.
  • Há linhas de "rosnado" no nariz, adicionando sulcos horizontais aos verticais.
  • As narinas estão ainda mais dilatadas, com linhas claras da asa do nariz até o canto da boca.
  • O dente canino inferior pode aparecer nos cantos.

Enfurecido:

Reversão completa a uma fúria cega animal. O que acontece a face humana aqui, pode ser observado ponto a ponto em um leão ou lobo furioso.

  • As sobrancelhas estão ao mesmo tempo franzidas e curvadas, criando linhas na testa.
  • Os olhos bem abertos com uma pupila de cabeça de agulha dão a aparência de louco ou cego pela ira.
  • O nariz superior está enrugado como num "rosnado".
  • Babar ou cuspir são prováveis!
  • As veias se tornam mais visíveis nas têmporas conforme a pressão arterial sobe.
  • A boca e a área do nariz levam "Fúria" há um extremo, expondo mais dentes e a língua.

Desprezo:

Em reposta a algo menosprezado, seja físico (mau cheiro) ou moral (traição).

  • A cabeça está inclinada para trás, olhando para baixo do nariz.
  • As narinas se levantam, deixando a linha das asas mais proeminente e puxando os lábios em uma curva  em um ou ambos os lados.
  • O lábio inferior empurra para cima curvando a boca para baixo.
  • Os olhos estão alertas mas estreitados.
  • Os cantos da boca são puxados para as laterais, deixando-os mais largos.

Orgulhoso:

A expressão do Lucius Malfoy. É um escárnio, mas vazio de intensidade: desdém frio. O objeto do desprezo é apenas muito insignificante para causar uma reação emocional.

  • Os olhos estão relaxados, pupilas cobertas.
  • A cabeça está inclinada para trás, olhando abaixo do nariz.
  • As sobrancelhas estão levemente levantadas em desdém, levemente franzidas.
  • A boca está apenas curvada para baixo.
  • Os olhos podem estar levantados com desprezo.

Arrogante:

Não apenas acredita que ele é superior, mas também é bastante presunçoso sobre isso.

  • A cabeça está inclinada para trás, olhando abaixo do nariz.
  • As sobrancelhas estão mais baixas e um franzido mais pronunciado.
  • Sorriso presunçoso: um sorriso falso com o centro empurrado para cima pelo lábio inferior.
  • Um ou os dois cantos da boca são empurrados para cima em desprezo adicionando desonestidade e superioridade.

Enojado:

Uma reação reflexa universal, basicamente por comida, mas também pode ser estendida a outros objetos menos tangíveis. Todas as feições do rosto rejeitam o objeto do nojo se contraíndo (olhos, nariz) ou são empurradas para fora (boca).

  • As sobrancelhas estão bem nodosas.
  • Os olhos estão estreitados ou meio fechados.
  • A cabeça está inclinada para frente, olhando por debaixo das sobrancelhas.
  • O nariz está enrugado.
  • As narinas se erguem tão alto que a ponta do nariz fica distorcida.
  • As linhas das asas estão profundamente gravadas em sua forma mais longa.
  • A língua imita a ação de náusea, preenchendo a maioria da boca.
  • O queixo se enruga.
  • O lábio superior fica frouxo, o lábio inferior se vira para fora e é empurrado para cima resultando nessa forma de boca.
  • O rosto fica mais longo devido a abertura da boca.

Cético

"Você espera que eu acredite nisso?"

  • Uma aparência em branco (olhos sonolentos com pálpebras horizontais, pupila meio coberta) confirmam o tédio e descrédito (veja "curioso" para olhos alertas).
  • Uma única sobrancelha levantada é um sinal universal de ceticismo.
  • A boca se volta para baixo o suficiente para não ficar "divertida". Deixe um canto da boca para cima em um sorriso de canto e a expressão se torna cínica.

Vingativo:

"Espere para ver, Henry Higgins, espere só..."

  • As pálpebras inferiores se fecham mais do que as superiores, criando uma bolsa visível e deixando os olhos curvos para baixo.
  • Os olhos estão estreitados como se estivessem mirando.
  • A sobrancelha franzida está triste e baixa mas não muito, guardando a raiva para um momento oporturno.
  • A boca está franzida e apertada de modo que parece bem mais larga do que o nariz.

Cara Feia:

"Eu não estou contente com isso, mas eu não quero/vou confrontar sobre isso." Mas frequentemente vista em crianças, mas uma cara feia de leve é um reflexo involuntário quando se discorda.

  • Olhos acusadores encara sob sobrancelhas franzidas.
  • O lábio superior empurra para cima, parecendo mais grosso e curvando a boca para baixo; o queixo está enrugado.
  • A cabeça se inclina para frente com submissão involuntária.

Mal Humorado:

Mais ou menos uma imitação de chateado, como frequência apenas um alívio cômico.

  • A sobrancelha franzida é atenuada pelos olhos sonolentos e pupilas meio cobertas: "Eu não estou realmente bravo ou machucado."
  • A boca está curva para baixo, mas não torcida, sinalizando também que isso não deve ser levado a sério.

O Ramo Triste

Caracterizado pelas feições curvadas para baixo. Todo esse ramo também mostra ombros caídos.

Mais ou Menos:

"Ah" O rosto está quase neutro, com apenas uma pista de que nem tudo está bem.

  • Um canto da boca pressionado, como se fosse tentar um sorriso e falhou.
  • Sobrancelhas neutras.
  • Os olhos estão relaxados, pupilas tangentes.

Melancólico:

A principal diferente com o "triste" está nos olhos, que comparativamente estão relaxados em resigniação. É nisso que a tristeza se transforma depois de um tempo, como se a dor fosse entorpecida mas não passou.

  • Consequentemente, a íris é mais larga e no mínimo menos tangente.
  • As sobrancelhas podem cair um pouco ou muito.

Deprimido:

Um passo além do "Melancólico", não há energia sobrando nem mesmo para ficar triste. A resignação se transformou em indiferença sem esperança.

  • Os olhos estão caídos e sonolentos, a íris está meramente visível, pupilas dilatadas. Eles podem ser fechados, deixando o mundo de fora.
  • A cabeça está curvada ou até mesmo pendente.
  • As sobrancelhas podem ser quase neutras, como precisassem de muita energia para mantê-las na posição "triste".

Triste:

Uma aparência de dor, a causa da tristeza ainda está fresca na memória. Todas as feições estão caídas do lado de fora.

  • As cabeças das sobrancelhas se levantam e ficam juntas, mas não há tensão visível aqui, ainda; isso é pura tristeza sem medo ou raiva.
  • Os olhos estão alertas (ao sofrimento recente) mas as pálpebras superiores se inclinam para baixo e podem mostrar uma dobra para enfatizar isso. As pupilas estão livres.
  • A boca se curva para baixo.
  • "Lágrimas silenciosas" podem rolar pelas bochechas.

Angustiado:

Ambos, sofrimento e agitação: não há resignação aqui, mas desespero e desejo de reverter a causa do sofrimento.

  • As cabeças das sobrancelhas se levantam tanto que criam tensão.
  • Lágrimas são muito prováveis.
  • Os lábios se separam como se estivessem com dor, mas muito forte para serem contidos.
  • Os cantos da boca se curvam para baixo e o lábio inferior empurra para cima involuntariamente mas em uma reação pré-choro irresistível.
  • As pupilas estão livres já que os olhos estão bem abertos em medo (de ser incapaz de desfazer o sofrimento).

Chorando:

Esmagado ao ponto de pesadas lágrimas soluçantes; isso mostra o máximo da distorção facial desse ramo.

  • Os olhos são forçados a se fecharem ou ficarem bem próximos, a sobrancelha forma uma prega empurrando para baixo e a pálpebra inferior empurra para cima.
  • A tensão cria vincos horizontais na testa.
  • As lágrimas são tão abundantes que  fluem dos dois cantos dos olhos.
  • Os espasmos musculares do lábio inferior ficam piores.
  • O rosto fica vermelho.
  • As narinas estão dilatadas.
  • O queixo treme.

Com Dor:

Essa expressão é verdadeira em um adulto com dor física, mas para a resposta de uma criança a dor veja "chorando". As feições se contraem o máximo que podem, a contração pode causar alívio focando a atenção para longe da dor.

  • As sobrancelhas são pressionadas para baixo nos olhos, as cabeças das sobrancelhas se curvando para cima em dor.
  • O lábio inferior empurra para cima os cantos da boca são fortemente puxados para baixo, revelando os dentes cerrados e até mesmos a gengiva inferior.
  • Os olhos são fechados ou estreitados.
  • O nariz é enrugado.
  • O lábio superior está levantado.
  • As linhas em forma de parênteses ao redor da boca são características dessa forma e tensão.

Desapontado:

Nas crianças  o desapontamento pode ser pura tristeza, mas nos adultos a tristeza está tingida por reprovação.

  • Os lábios estão apertados (segurando a reprovação), a boca pode se mover para as laterais, como se fosse esconder o fato de estar apertada.
  • As sobrancelhas são uma mistura variada de tristeza e olhar sério.
  • Os olhos estão alertas e as pupilas tangentes.

Frustrado:

Uma combinação de raiva e desejo de chorar.

  • As cabeças das sobrancelhas tentam franzir e levantar ao mesmo tempo formando nódulos e forçando a sobrancelha em linhas quase retas.
  • A boca faz beicinho mas a tensão está concentrada nas sobrancelhas como se o cérebro estivesse esgotado procurando uma solução.

Estressado:

Quando muitas coisas assaltam a mente, o rosto inteiro se contrai, como se tentasse mantê-las todas dentro, ou talvez bloquear o mundo externo enquanto tenta descobrir como lidar com elas.

  • AS sobrancelhas pressionam os olhos para baixo, em franzimento total, mas as pontas estão curvadas para cima levemente para reter um traço de dor.
  • A inclinação do olho não segue a sobrancelha franzida, cantos internos caindo.
  • Os lábios estão apertados, empurrando a boca para cima.
  • O nariz está enrugado, o rosto se contrai sobre ele mesmo, ainda que a ponta esteja levemente para cima.
  • A boca ondulada mostra incerteza ("por onde começar? Como lidar com isso?").

Preocupado:

Perto do "frustrado", mas com menos raiva e mais medo.

  • As pontas das sobrancelhas estão como no "frustrado", mas as curvas estão levantadas também, criando sulcos na testa.

Assustado:

"Como um animal na estrada."

  • Os olhos arregalados com pupilas contraídas são a característica central, encarando a ameaça.
  • A cabeça das sobrancelhas levanta.
  • a boca está contraída de maneira nervosa.
  • No medo as mãos agarram coisas, fazendo os tendões saltarem.

Aterrorizado:

Todas as feições se abrem enquanto a pele fica pálida e o cabelo se eriça no final.

  • Os olhos estão bem redondos com a pupila como uma cabeça de alfinete. Isso captura o momento exato do terror, mas observe que passado esse primeiro momento, as pupilas se dilatam para ver melhor, mesmo que os olhos  estejam bem abertos. Isso cria a estranha e de alguma forma inumana aparência de pânico profundo.
  • Linhas das asas do nariz aparecem.
  • As sobrancelhas estão altas e nodosas.
  • Um grito de horror curva o lábio inferior para baixo revelando os dentes inferiores.

Tímido:

Isso expressa também um leve constrangimento, em oposição ao "Constrangimento" extremo. Crianças pequenas mostram timidez escondendo a cabeça no ombro enquanto levantam os ombros.

  • A cabeça é inclinada para frente e puxada em direção aos ombros como se fosse uma tartaruga a se esconder.
  • Um rubor se espalha pelo rosto, orelhas e pescoço.
  • Sorriso forçado de constrangimento: os cantos são esticados para as laterais em vez de de para cima.

Culpado:

Expressado por não tentar expressar, em outras palavras por fazer todas as expressões faciais desaparecerem.

  • olhando para baixo e frequentemente para longe, como se o contato ocular fosse derramar os segredos de alguém. A cabeça é virada para longe, provavelmente.
  • O rosto está sem expressão, tentando atrair a menor atenção possível.
  • As feições parecem encolher.

Constrangido:

"A meu Deus se o chão pudesse me engolir agora!" Essa elevação emocional é expressa com os olhos, enquanto o resto do rosto ainda está tentando passar despercebido.

  • Olhos arredondados esbugalhados olhando para baixo e para longe: a cabeça está com certeza virada, provavelmente ao ponto de virar o rosto totalmente para fora.
  • O lábio inferior empurrado para cima em desânimo.

Expressão Corporal

Nós raramente expressamos nossos sentimento através do rosto sozinho: o corpo inteiro é a sede de gestos inconscientes. Usá-los fará com que o personagem pareça menos rígido e muito mais natural. As mãos são particularmente expressivas, e gestos de mão tem sido mencionados nas expressões relevantes. Aqui estão algumas das posturas corporais mais comuns e notáveis que os ilustradores usam com certeza.


Mãos nos Quadris:

Palmas nos quadris, dedos para frentes, cotovelos curvados para fora:

  • Sinal clássico de confiança
  • Mostra que o corpo está pronto para entrar em ação, trabalhar, etc.
  • Aumenta o corpo superior, fazendo a pessoa parecer mais poderosa e ameaçadora em um confronto (ou quando está colocando crianças de castigo).
  • Também significa "Fique longe de mim, me sinto anti-social."
  • Observe que quando os dedos estão para fora, a postura é mais feminina, e os sinais são mais incertos do que agressivos.

Braços Cruzados:

  • Clássica posição defensiva.
  • Desentendimento, se fechando para abordagem, arrogância, aversão. As mulheres não cruzam os braços, os homens sim.
  • Postura de auto conforto, usada para aliviar ansiedade e estresse social.
  • Braços e cotovelos puxados fortemente contra o corpo, sinal de nervosismo agudo.

Tocando a si mesmo:

Nós tocamos nosso corpo inconscientemente para conforto ou liberação de estresse. Perplexidade, desentendimento, frustração, manifestação incerta dos dedos tocando os lábios, a mão coçando a cabeça, segurando o pescoço, puxando o lóbulo da orelha, esfregando a bochecha, massageando a outra mão, etc. Auto manipulações aumentam com o estresse e desaprovação.

É particularmente eficaz mostrar a raiva reprimida através dessas sugestões, já que elas estão frequentemente no caminho deslocando a agressividade.

Observe que em uma criança pequena, a mão atrás da orelha pode expressar ciúme.

Hora de Praticar

É surpreendente quantas pessoas não sabem como demostrar uma emoção mesmo que elas a tenham vivido várias e várias vezes. O remédio para isso é observar a si mesmo por dentro. Se você pode provocar emoções em você mesmo de qualquer maneira (um filme triste ou comédia, pensar em um problema que te enfurece, assistir videos de gatinhos, qualquer coisa que puder pensar), observe cuidadosamente, de duas formas internamente e em um espelho, como seu rosto está mudado (e qualquer outra coisa com seu corpo). É melhor internamente, quando você se acostuma com isso, porque olhar num espelho pode te tirar do sentimento. Como alternativa observe a você mesmo e outros em tempo real em situações de grande emoção. Nós passamos por isso diariamente, esteja observando o tempo todo.

Esse exercício foi um meme por um tempo, mas é ambos, divertido e ótimo para praticara: Crie uma folha de emoções para o seu personagem favorito (seu original ou algum já existente), com um certo número de expressões para preencher. Para não gravitar diretamente para sua zona de conforto, selecione por métodos aleatórios (tais como apontar com olhos fechados). Você pode até ir mais adiante e tentar mesclar expressões ou as mais complexas que não estão estudadas aqui.



Advertisement
Did you find this post useful?
Want a weekly email summary?
Subscribe below and we’ll send you a weekly email summary of all new Design & Illustration tutorials. Never miss out on learning about the next big thing.
Advertisement
Start your 7-day free trial*
Start free trial
*All Individual plans include a 7-day free trial for new customers; then chosen plan price applies. Cancel any time.