Unlimited PS Actions, graphics, videos & courses! Unlimited asset downloads! From $16.50/m
Advertisement
  1. Design & Illustration
  2. Infographics

Como Criar um Infográfico de Saturno com o Blender e o Inkscape

by
Difficulty:AdvancedLength:LongLanguages:
This post is part of a series called Astronomical Graphic Design.
Amazing Timelapse of Exploding Planet Illustration
Create a Vector Space Composition in Illustrator
This post is part of a series called Infographic Templates.
How to Create an Informative Map In Perspective with Illustrator
How to Create Infographics With Connector Tools in CorelDRAW

Portuguese (Português) translation by Wesley Sales (you can also view the original English article)

Final product image
What You'll Be Creating

Neste tutorial, eu vou mostrar para você como criar esta ilustração de Saturno "foto-realista" com um corte em SVG puro. Nós usaremos o software gráfico de código-fonte aberto chamado Blender para produzir um render fisicamente sombreado do planeta, que será usado como base para reproduzir a imagem totalmente em vetor SVG. Você aprenderá como replicar o sombreamento 3D e os rebatimentos da iluminação com gradientes SVG no Inkscape, aprenderá também a desenhar os anéis transparentes do planeta com as amostras de cores de imagens da NASA, criará um efeito de aurora sobre o pólo norte do planeta, e muito muito mais.

1. Modelando Saturno no Blender

Passo 1

Se você já não tiver, baixe o Blender do blender.org (a versão atual no momento da escrita deste tutorial é a 2.73a). O Blender é um programa 3D incrivelmente poderoso que estaremos usando para renderizar uma imagem de bitmap da ilustração de Saturno que iremos criar.

Este tutorial irá assumir que você tenha algum conhecimento básico do funcionamento do Blender, bem como do Inkscape. Se você precisa refrescar a memória, confira esses tutoriais do Blender, ou estes tutoriais do Inkscape.

Também será necessário o Script de Exportação de SVG do Blender, que você pode baixar aqui. (O script de exportação foi escrito por um membro da comunidade Blender e nos permite exportar a geometria vetorial 3D do Blender para uma geometria vetorial 2D SVG). Copie o script para a pasta 2.73/scripts/addons em sua instalação do Blender.

Downloading Blender from blenderorg and installing the SVG export script

Passo 2

Ative o script de dentro do Blender na janela de Preferências do Usuário marcando a caixa de seleção ao lado do script (o script será encontrado na aba Import-Export).

Activating the SVG script

Passo 3

Modelar as camadas interiores de Saturno envolve na criação de esferas concêntricas de diferentes tamanhos no Blender. Use esferas UV com o sombreamento suave de raio 1, e uma alta resolução de UV (128 segmentos x 64 anéis é provavelmente suficiente). A escala é que vai dizer quão grandes serão as camadas do planeta. Existem dois modos que podem fazer isto. Se você sabe os raios das milhas de distância reais das camadas, você pode colocá-los no fator de escala das esferas (aqui 0.063 corresponde a 6.300 quilômetros, o raio do núcleo de Saturno).

Scaled Blender UV sphere

Você também pode definir a escala da esfera para o raio de Saturno (60.268 km) e em seguida, use a Escala Delta para definir o tamanho em termos dos raios do planeta, dados abaixo.

Camada de Hidrogênio Líquido 0.890 raio do planeta
Chuva de Hélio 0.553
Hidrogênio Metálico 0.483
Núcleo Congelado 0.225
Núcleo Rochoso 0.104
Concentric spheres
Layers of Saturn as spheres

Passo 4

Em seguida, nós iremos parentear todas as esferas internas na esfera principal de Saturno.

Parenting to main sphere

Isto é importante porque se nós precisamos esticar, esmagar, rotacionar ou fazer qualquer outra coisa com Saturno, o interior vai seguir a mesma transformação dele. E precisamos fazer exatamente isso porque Saturno não é esférico na verdade — é um oval, pois seu raio polar é de apenas 54.364 km, em comparação ao seus 60.268 km de raio equatorial. Se você definir a Escala em Z do objeto de Saturno para 0.54364, então, o resto do planeta irá convenientemente escalar para essa quantidade também.

Vertical scaling

Passo 5

Em seguida, nós criaremos um cubo que irá definir os limites das seções de corte da imagem. Mova-o de forma que uma de suas quinas fique na origem. Você pode achar mais útil definir a visualização de cubo para wire (arame), assim você verá somente suas arestas e poderá ver o interior de Saturno.

Clipping bounds

Então percorra por cada esfera e com um Modificador Boolean para cada uma, corte sua seção dentro do cubo.

Adding boolean modifier

Passo 6

Depois de definir materiais com cores diferentes para cada camada do planeta do jeito que você quer que apareça no resultado final, você perceberá um problema. As camadas se sobrepõem umas sobre as outras.

Overlapping faces

Corrija isso criando cópias de cada esfera (exceto para a maior e a menor) sem os modificadores Booleanos. (Você pode querer movê-las para uma camada diferente do Blender, para que elas não baguncem sua visão). Então, dê para cada esfera original um modificador Booleano contra a sua próxima cópia da esfera menor. Isso criará um oco, separando as camadas do planeta que não darão problemas na visualização.

Finalmente vamos adicionar em cada uma das esferas originais um Modificador Edge Split para dar à elas bordas definidas.

Double boolean modifier solution

Algumas vezes os modificadores Booleanos irão simplesmente se recusar de funcionar corretamente (Booleanos 3D são exigentes), se você quiser fazer a operação de corte da malha de forma manual (isto será possível se você definir a resolução UV das esferas para múltiplos de quatro).

Manual boolean cutting

2. Renderizando Saturno no Blender

Passo 1

O próximo passo é texturizar Saturno. Certifique-se de que você está com o Cycles Render ativado e crie a seguinte configuração de nós.

Saturn material setup

Para a textura da imagem, use a imagem que pode ser encontrada aqui, cortesia de Björn Jónsson.

Passo 2

A textura irá mostrar um amarelo homogêneo na vista 3D (no modo de Material). Isto acontece porque nós precisamos criar o mapeamento UV de Saturno, para que o Blender saiba que partes da textura serão aplicadas em que partes da esfera 3D. Entre na vista ortogonal de XZ (1 e 5 no teclado numérico) e no modo de edição, selecione todas as faces (A), e abra a malha pelo modo de Projeção Esférica (Sphere Projection). Defina a Direção (Direction) para Alinhar ao Objeto (Align to Object) e Alinhar ao Eixo Polar ZY (Align to Polar ZY).

UV unwrapping Saturn

A parte difícil é escalar o Mapa UV (encontrado no Editor de UV/Imagem) para uma região retangular que sobreponha a imagem da textura. A opção Scale to Bounds (Escalar para os Limites ) no painel Sphere Projection (Projeção Esférica) conseguirá lidar com a dimensão vertical, mas para a dimensão horizontal você deve gastar algum tempo ajustando-a até que pareça boa.

Sizing the UV map

Depois de ter concluído a abertura da malha UV, você deve ser capaz de ver Saturno texturizado na vista 3D.

Textured Saturn object

Passo 3

O próximo passo é desenhar todas as linhas-guias para os anéis e as órbitas lunares. Crie um montes de Bezier Circles (Círculos de Bezier) e escale-os de acordo com o esquema de escala para marcar transições importantes nos anéis de Saturno, assim como suas órbitas lunares, se você quiser. Os raios estão listados logo abaixo.

D-C ring border 74,500 km
Colombo gap 77,870
Maxwell gap 87,491
C–B ring border 92,000
B–Cassini 117,580
Cassini–A 122,200
A ring border 136,780
F ring 140,220
Janus and Epimethius 151,500
Mimas 185,400
Enceladus 237,900
Tethys 294,600
Dione 377,400
Rhea 527,100
Titan 1,221,900
Hyperion
1,481,000
Ring and orbit guidelines

Passo 4

Os anéis são simples para modelar, apenas uma malha plana formada por dois círculos. Adicione uma costura de UV entre dois painéis arbitrários no objeto do anel.

Ring object

A textura que eu usei eu modifiquei de uma imagem da NASA de domínio público. Pegue uma linha horizontal de 1px da parte inferior do anel e escale-o verticalmente para obter uma pequena altura, assim você pode ver o padrão.

Ring texture

Os anéis são bem complicados de se abrir a malha, mas existem muitas maneiras de fazer isso. Tudo o que você precisa fazer é garantir que cada face abrange uma parte vertical da textura radial, em sua totalidade horizontal. Pessoalmente, eu use a opção Follow Active Quads (Seguir os Quadriláteros Ativos) e corrijo as laterais com S X 0, mas você também poderia abrir a malha de cada face individualmente e fazer com que cada uma ocupe toda a área do espaço da imagem, sobrepondo umas sobre as outras. Verifique se a textura está orientada na direção certa.

UV unwrapping rings

Então escale os círculos internos e externos até as linhas dos anéis na textura ficarem de acordo com as linhas-guia que marcamos mais cedo.

Matching texture to ring guidelines

Passo 5

Crie um material para os anéis. A configuração de nós aqui vai fazer as partes escuras dos anéis ficarem transparentes, permitindo que elas projetem sombras (precisamos saber onde as sombras vão ficar quando fizermos a conversão para SVG).

Adding transparency to rings

Passo 6

Agora nós vamos configurar a nossa cena no Blender para renderizar Saturno. Adicione um Sol para prover iluminação (uma Strength (Força) de 3 e o Size (Tamanho) de 0.01 é o recomendado).

Lighting the scene

E posicione a câmera para capturar a cena. Este é o passo mais importante, pois iremos definir o ângulo em que Saturno será desenhado na nossa ilustração SVG. Eu usei uma Distância Focal (Focal Lenght) de 45 e fiz um pequeno deslocamento para posicionar Saturno dentro do enquadramento da câmera para uma composição mais agradável. Certifique-se de que a Profundidade de Campo (Depth of Field) está desativada (Tamanho (Size) = 0).

Camera settings

Passo 7

Você pode querer adicionar um efeito fresnel atmosférico para Saturno (isto fará com que a borda do planeta tenha um tom azulado). Você pode fazer isso duplicando o objeto de Saturno, removendo qualquer modificador booleano e manualmente excluindo o setor de corte. Dê a ele um Delta Scale sutil para que ele não se sobreponha a malha de Saturno, e dê a ele também uma visualização de arame (wire).

Creating Saturns atmosphere

Aqui está a configuração de nós que eu usei. O nó Light Path (Caminho da Luz) existe para impedir que a atmosfera projete sombras desagradáveis.

Atmospheric fresnel effect node setup

Isso deve render-lhe um bom render do planeta. Enquanto nós vamos usá-lo como base para um desenho em SVG, você também pode usar o próprio modelo 3D em um projeto de animação 3D se quiser.

Saturn render

Passo 8

Há várias outras imagens que precisamos gerar. Nós precisamos gerar renders Open GL (da vista 3D) de várias linhas-guias que estabelecemos (Render > Imagem de Render Open GL).

Open GL guideline print

Nós precisamos gerar também uma textura plana do render de Saturno, sem qualquer Booleano ou outro elemento (certifique-se de ter salvo o arquivo original antes). Altere a Força (Strength) do Emission do material para 1.0 para deixar o objeto de Saturno insensível à luz ou sombra e renderize-o com o mesmo tamanho do render da cena completa.

Texture render

Passo 9

Finalmente, nós temos que criar uma renderização SVG das camadas interiores. Remova todos os Booleanos e os outros modificadores das esferas interiores, exceto pelas primeiras, que cortam as esferas para longe do objeto do cubo. As camadas devem se sobrepor umas às outras novamente. Então selecione as faces interiores e exclua os exteriores arredondados (Ctrl-I, Delete).

Logo depois, selecione todos os objetos da camada e exporte-os para uma geometria SVG com o script Export SVG que nós baixamos no início. O plugin fica na Barra de Propriedades lateral da vista 3D (N).

SVG geometry export

3. Texturizando e Modelando Saturno em SVG

Agora iremos sair do Blender e ir para outra peça de software de código-fonte aberto, o GIMP, para processar a textura de Saturno que processamos no Passo 2.8. O GIMP pode ser instalado de diversas formas, e ele vem pré-instalado em alguns sistemas operacionais; este tutorial não cobrirá a parte de sua instalação.

Passo 1

A única coisa que realmente precisamos fazer no GIMP é produzir um negativo do render da textura de Saturno (Cores > Inverter). Salve e exporte o negativo para um arquivo .png.

Inverting the texture in GIMP

Passo 2

Em seguida, nós importaremos o negativo no Inkscape. O Inkscape provavelmente irá importar a imagem com o tamanho errado, então no painel do código fonte do SVG, defina a largura e altura que a imagem tinha originalmente.

Encaixe uma elipse SVG ao redor de Saturno no negativo. Isto irá servir como nossa máscara de corte (clipping mask).

Fitting an ellipse to the limb of Saturn

Passo 3

Para transformar a textura negativa em vetor, nós usamos a função Trace Bitmap do Inkscape. Defina-a para Cores; 8 escaneamentos devem ser suficientes.

Vector tracing

O Inkscape irá traçar do mais claro para o mais escuro, empilhando os escaneamentos. É por isso que nós invertemos a textura, agora o fundo preto (que agora é branco) se tornará o escaneamento mais baixo.

Dê as cores originais aos escaneamento, reinvertendo eles: Extensões > Cor > Negativo (Extensions > Color > Negative).

Un-inverting scan colors

Passo 4

Você pode querer otimizar os escaneamentos um pouco reduzindo o número de objetos empilhados próximos às bordas, o que pode causar problemas de serrilhado. Várias partes dos escaneamentos do nível mais baixo são cobertos por escaneamentos mais altos, esta redudância deve ser reduzida, se possível.

Scan optimization

Passo 5

Em seguida, nós importamos o render de Saturno que fizemos no Blender, da mesma forma como acontece com o render da textura. Arraste e solte a renderização SVG das camadas no seu espaço de trabalho, sobre o render de Saturno. (Aqui, o render do bitmap está acima de tudo exceto da elipse do Passo 3.2 e da camada do planeta SVG renderizada).

Introducing the SVG geometry

As camadas do planeta quase certamente virão com o tamanho errado, então temos que escalá-las para coincidí-las com o render do bitmap.

Scaling to match render

Então nós iremos desagrupar as camadas completamente, e executaremos o comando Path > Object to Path em todos eles para torná-los editáveis no Inkscape. Ajuda a executar o comando Path > Simplify que transforma as formas poligonais em cunhas suaves. Finalmente, aumente o valor de todas as opacidades até 100% (eles provavelmente virão em 90%), remova os traçados e aplique cores neles.

Path optimization

4. Sombreando Saturno

Nós também vamos contar com o render de Saturno no Blender que fizemos para nos dizer como sombrear o planeta em SVG.

Mas espera aí! Isso não é trapaça?

É claro que não. É como se um pintor de acrílico usasse uma camada de grisaille, ou uma artista 3D, fizesse uma modelagem a partir de imagens de referência. Isso nos ajuda a alcançar um resultado muito melhor do que nós jamais iriamos conseguir se desenhássemos livremente no olho ou só com a memória. O raytracer do Blender vai nos dizer exatamente como sombrear o planeta para que faça sentido quando olharmos para ele; Certamente é mais fácil e melhor do que simplesmente adivinhar como a luz vai se projetar.

Passo 1

As faces auto-iluminadas — aquelas perpendiculares ao sol nesta imagem — são mais ou menos sombreadas de forma completamente plana. Você pode usar apenas a ferramenta conta-gotas para recuperar suas cores do render.

Sampling flat colors

Passo 2

As faces com sombras são sombreadas de forma mais complexa. Para as camadas muito finas, podemos utilizar apenas um gradiente linear, pegando uma amostragem de cores dos pontos correspondentes no render. Evite pegar amostragens apenas clicando com o conta-gotas. O render provavelmente será muito granulado e amostragem obtida somente pelo clique pega apenas a cor de um único pixel, desta forma a cor que você obtem pode variar descontroladamente. Ao invés disso, segure e arraste o conta-gotas sobre a região que você deseja obter a amostragem — fazer isso faz com que a ferramenta pegue a média de todos os pixels dentro de um determinado raio.

Sampling linear gradient colors

Nas faces mais grossas, a cor varia em duas dimensões — em forma de arco e de forma radial. Aqui nós sombrearemos a face de forma radial apenas, a amostragem parte do meio do arco no render. Portanto, nós usaremos um gradiente radial para realizar este sombreamento.

Sampling radial gradient colors
Sampling radial gradient colors cont

Passo 3

Vamos criar o sombreamento em forma de arco sobrepondo os objetos base com transparências. Estas transparências são um branco bem fraco em uma borda, e transparente em outro lugar, iluminando as faces de sombra onde elas se encontram com as outras duas faces (a iluminação rebatida).

Bounce lighting and ambient occlusion

Perceba que a face rosa é tingida com um tom mais brilhante de rosa nas bordas, e não branco. Tente evitar os degradês enlameados - a interrupção da transparência ainda precisa de uma cor também. Também preste atenção à ordenação-em-z; todas as transparências estão por baixo da camada mais alta seguinte.

Bounce lighting and ambient occlusion cont

Passo 4

As faces tangentes (paralelas à direção da iluminação) são mais simples de se sombrear. As camadas mais finas podem pegar degradês lineares, assim como nas faces de sombra.

Linear gradients on the parallel faces

As faces mais grossas são sombreadas de forma cônica, que podemos imitar com um gradiente radial, centralizado na face. Já que o gradiente precisa ser mais íngreme em um lado do que no outro, podemos desviar o foco gradiente (Shift-arraste a parte quadrada do gradiente) para mais perto do lado íngreme para criarmos um gradiente assimétrico.

Assymetrical gradients
Assymetrical gradients cont

Passo 5

O núcleo é simples o suficiente para criar seus tons — utilizaremos apenas um gradiente radial.

Sphere-shading the core

Passo 6

Como polimento, adicione abaixo de cada conjunto de três faces um escudo triangular de uma cor intermediária (ou um gradiente aproximado).

Seam-fillers

Isso preenche a "costura" entre as três faces que compõem cada camada, impedindo que artefatos serrilhados apareçam no SVG.

Difference between covered seams and empty seams

Passo 7

Em seguida, vamos sombrear o próprio Saturno. Primeiro agrupe todos os escaneamentos de textura e prenda-os com uma cópia da elipse delimitadora (Object > Clip > Set).

Clipping texture scans

Passo 8

Então vamos duplicar a elipse e preenchê-la com um gradiente radial suave que começa com um azul bem fraco do lado de fora e transparente no seu interior (Lembre-se que a parada transparente ainda tem que ser azul!). Isto recria o efeito atmosférico do fresnel (aréola invertida) ao redor de Saturno. Certifique-se que de ele esteja por baixo das várias formas cortadas. Já que o lado esquerdo de Saturno no render aparenta ser mais azul do que o direito, podemos mudar o centro transparente do gradiente um pouco para a direita para refletir isso.

Soft atmospheric fresnel

Se você olhar atentamente para o render, você notará que o planeta parece estar rodeado por um fresnel azul mais nítido. Podemos recriar isso com uma segunda elipse, esta deve ser sombreada com um gradiente de fresnel mais íngreme e centrado no núcleo do planeta (nós não poderíamos simplesmente adicionar paradas para a primeira elipse de fresnel já que seu gradiente não está centrado).

Hard atmospheric fresnel layer

Passo 9

Finalmente, pegue a última elipse restante e use um gradiente radial para transformá-la em um material sombreador (preto do lado de fora, transparente no interior). Brinque com as paradas para criar uma suave queda semelhante a do render.

Considere fazer o raio da elipse de sombra com um ou dois pixels mais largos do que as elipses subjacentes — Isto impede que a borda amarela do planeta espreite-se por trás da elipse de sombra no lado escuro do planeta.

Shading Saturn

No entanto, desde que isso ainda possa acontecer em tamanhos pequenos (fracamente visíveis na imagem abaixo), você deve criar um colarinho preto fino em torno do disco do planeta para encobrir o artefato. O colarinho preto também ajuda a evitar serrilhados no lado iluminado.

Antialiasing bug
Adding a black collar around Saturn

5. Criando os Anéis de Saturno

Por último, vamos fazer a parte mais espetacular deste tutorial - criar os anéis de Saturno.

Passo 1

Usando o render Open GL que fizemos anteriormente, encaixe as elipses em SVG ao redor de todas as transições visíveis no sistema do anel. (A foto abaixo é uma versão semi-transparente do render Open GL sobreposta no nosso Saturno em SVG, com uma elipse ajustada.)

Overlaid Open GL guideline render

Este passo é provavelmente a parte mais tediosa deste tutorial, porque você vai ter que ajustar provavelmente duas dúzias de elipses. Considere a codificação de cores para distinguir diferentes partes dos anéis de Saturno.

Ring outlines

Passo 2

Em seguida, nós iremos usamos elipses para produzir regiões preenchidas. Para criar uma região preenchida, selecione duas elipses, combine-as em um único objeto (Path > Combine) e inverta a direção do caminho interno (Path > Reverse) para criar um buraco. Use o seu bom senso de artista para escolher as regiões que devem ser separadas ou empilhadas — áreas com diferentes matizes provavelmente devem ser separadas, enquanto uma região que é a parte mais brilhante de uma região vizinha provavelmente deve ser empilhada sobre essa região. A maioria das suas regiões provavelmente serão separadas.

Rings as filled regions

Passo 3

Aqui vem a melhor parte — colorir os anéis de Saturno.

Colored rings

Como eu vou fazer estes anéis? Eu vou te mostrar.

Primeiro precisamos de uma boa fonte para pegar as cores dos anéis, já que a textura de anel que usamos na Parte Dois não é tão atraente quanto algumas texturas-fotografadas dos anéis do planeta. Eu escolhi esta imagem da NASA como minha fonte.

Ring reference

Mas você não pode apenas pegar a ferramenta conta-gotas e escolhar uma cor da imagem de referência. Isso só vai te dar uma cor opaca e parte da beleza dos anéis de Saturno é a sua transparência parcial. Então o que vamos fazer é pegar a cor da imagem de referência do anel e logo depois clareamos ela enquanto simultaneamente reduzimos sua transparência. Isso produzirá a mesma cor que vemos sobre o fundo preto, mas ela terá também uma transparência parcial sobre os outros fundos (como o disco planetário de Saturno).

Adding transparency

Faça a mesma coisa para todas as regiões do anel que você esculpiu.

Ring color transparencies

Em algumas regiões, como o anel-B fortemente unidos, faz sentido usar um traçado de contorno SVG para adicionar uma complexidade adicional, mas use o traçado de forma moderada nos anéis, já que ele não fica mais fino na parte superior ou inferior como deveriam.

Ring stroke details

Os anéis se enfraquecem bem próximos de Saturno, criando lindos efeitos de transparência sobre o planeta.

Inner rings

Finalmente, podemos ajustar a opacidade dos anéis de uma vez, ajustando a opacidade do grupo (eu usei 63% de opacidade).

Setting ring opacity

Passo 4

Nós precisamos fazer com que os anéis desapareçam por trás do planeta. Iremos fazer isso combinando a borda interna de uma cópia do objeto do colarinho preto com um retângulo do tamanho da página para fazer um retângulo preenchido com um buraco nele para Saturno.

Negative clipping mask

Desde que os anéis só desaparecem por trás de Saturno (e não na frente, obviamente), preenchemos na metade inferior do buraco.

3D occlusion mask

Em seguida, defina-o como uma máscara de corte dos anéis.

3D occluded rings

Passo 5

O colarinho preto pode intensificar a "costura" entre o lado iluminado do planeta e os anéis cortados.

Another anti-aliasing bug

Conserte isso perfurando um "buraco" no colarinho preto com um pequeno gradiente de transparência (preto em torno do gradiente, transparente no seu interior).

Fixing anti-aliasing bug

Passo 6

Saturno projeta sombra em seus anéis. Nós iremos criar esta sombra adicionando um objeto de círculo para o grupo do anel, e usando ele como uma área de desenho com um gradiente radial preto-transparente. 

Saturn shadows

Passo 7

Os anéis também fornecem iluminação para o lado escuro de Saturno. Como você pode ver no render, a iluminação rebatida projeta duas faixas fracas de luz em Saturno, separadas por uma fenda (da divisão Cassini, provavelmente). Primeiro fazemos um único trecho de luz com um gradiente radial em uma das cópias das elipses de fresnel azul. Este gradiente terá uma opacidade muito baixa, dada a fraqueza da iluminação rebatida.

Saturn bounce lighting

Então fazemos a brecha escura com outro degradê em uma elipse idêntica. Este gradiente é transparente em ambas extremidades, mas tem um preto fraco em uma faixa estreita no meio (mostrado abaixo na parte superior do setor de corte, que na verdade deveria estar por baixo). A elipse com o degradê deve ser reduzida a um segmento que cubra a metade esquerda do disco planetário, para impedir que a faixa escura apareça no lado iluminado do planeta.

Saturn bounce lighting with gap

Isto irá criar um efeito iluminação rebatida sutil no nosso vetor de Saturno.

Lighting effects on Saturn

Passo 8

Finalmente, assim como Saturno projeta sombra em seus anéis, os anéis também projetam sombra no planeta. Trace um esboço das sombras dos anéis vistas no render de Saturno e aplique cores nelas de acordo com as transparências de preto.

Tracing ring shadows
Coloring ring shadows

Então dê ao grupo de sombra um desfoque gaussiano de 1% e coloque-o por baixo do grupo de anel.

Blurring and positioning ring shadows

6. Auroras e Órbitas Lunares

De acordo com algumas fontes, Saturno tem algumas auroras rosas adoráveis, que podemos recriar em SVG.

Passo 1

Primeiro desenhe as bases da superfície dos anéis das auroras.

Drawing the rings

Passo 2

Em seguida, desenhe folhas verticais emanando dos anéis. Dê à elas gradientes que sejam vermelhos na parte inferior e roxo na parte superior. O truque para fazer os efeitos de raio é sobrepor essas folhas.

Drawing the rays
Layering

Passo 3

Então dê um leve Desfoque Gaussiano (Gaussian Blur) de 3% nas auroras.

Add a blur

Passo 4

As auroras podem não parecer tão boas neste momento. Isso é porque elas não estão sendo sobrepostas na imagem com o modo de combinação certa. Crie uma nova camada SVG, e mova os objetos da aurora para ela (clique com o Botão Direito do mouse > Mover para a camada...).

Separate the layers

Em seguida, defina o Modo de Mesclagem (Blend Mode) da camada para Clarear (Screen). Isso faz com que a luz das auroras seja adicionada nas cores abaixo delas, ao invés de substituí-las.

Set the blend mode

Passo 5

Se você deseja incluir órbitas lunares em seu desenho, você pode produzir um outro render Open GL, desta vez com um campo de visão maior (diminuindo a distância focal) e aí é só ajustar as elipses.

Overlaid render
Drawing the rings

Passo 6

Você pode notar que a área ao redor da aurora está agindo de forma engraçada. Isso é porque o filtro de mistura da tela sofre problemas sobre as áreas transparentes da imagem.

SVG compositing bug

Podemos resolver isso, simplesmente adicionando um fundo preto opaco por baixo do desenho.

Use an opaque background

Trabalho Incrível, Você Terminou!

Na minha imagem final, eu adicionei anotações, assim como pequenos círculos representando as luas. Você pode ver o SVG finalizado na Wikimedia Commons, que é onde ele está hospedado.

Final image of Saturn created in Blender and Inkscape

Espero que tenham gostado deste tutorial! Confira alguns outros planetas que eu desenhei, incluindo Júpiter, Urano, Netuno, e a Lua. Se você tiver perguntas ou comentários, por favor, não hesite em deixar um comentário abaixo!

Recursos Extras

Se você está interessado em obter alguma ajuda com seus infográficos, a Envato Studio tem uma grande coleção de serviços de design infográficos que você pode querer explorar.

Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Looking for something to help kick start your next project?
Envato Market has a range of items for sale to help get you started.