Unlimited WordPress themes, graphics, videos & courses! Unlimited asset downloads! From $16.50/m
Advertisement
  1. Design & Illustration
  2. Design Theory
Design

Aprenda Design Gráfico: Um Esboço de Curso para Estudo Independente.

by
Length:LongLanguages:

Portuguese (Português) translation by Ingrid Fornazari (you can also view the original English article)

Felizmente não é necessário ir a uma escola de design para ser um design gráfico. Um bom fundamento em história do design gráfico, teoria, e aplicações práticas vão ajudá-lo a sair na frente.  Há muitos recursos disponíveis onde você pode aprender design gráfico por você mesmo.  Não mantenhas suas expectativas muito altas no incio, já que vai precisar de estudo entusiasmado por anos para se tornar ótimo. Você pode fazer isso!

Se você quer aprender design gráfico a partir do zero, através de um estudo auto dirigido, então esse artigo lista alguns recursos ótimos que vão permitir que você comece com sua educação em design. Também, mesmo que você vá a uma escola de design, pelo menos três quintos da sua educação serão através de estudos auto dirigidos, de qualquer forma. Vamos lá!

1. Entendendo os Princípios e Teoria do Design Gráfico.

Existem alguns princípios do design que afetam cada projeto que você cria. Entender esses princípios conceituais e aprender como aplicá-los na prática vai formar a fundação da sua educação em design gráfico. Vamos dar uma olhada nas áreas básicas que você deve estudar para conseguir uma base sólida em design gráfico.

principles

Forma, Espaçamento e Ritmo

Eu me lembro de aprender primeiro esses princípios básicos do design, e como eles pareciam unidos de forma tão estranha a princípio. Levou algum tempo para eu me sentir confortável com essas técnicas. Na escola nós fizemos um projeto inicial que consistia em desenhar triângulos, apenas para comunicar emoção através de posicionamento, forma e espaçamento apenas. Abaixo estão alguns recursos interessantes desses princípios.

Cor, Texturas e Imagens

Entender as bases da teoria das cores é importante para ter uma ideia de como trabalhar com cores. As cores pode fazer áreas do design se destacarem da página ou recuarem para o plano de fundo. O uso de texturas pode realçar a sensação de um design. No design impresso a textura pode ser a sensação própria do papel ou outro material. As imagens podem também serem mescladas com textura e é carregado com cores. Aprender como equilibrar isso é um ofício delicado que vai precisar de alguma prática para ser bem aplicado. Aqui estão alguns recursos sobre o uso de cor, textura e imagens no design gráfico:

Trabalhando com Tipos

Sua habilidade para usar tipos é uma das coisas que diferenciam os design gráficos de outras profissionais visuais. Uma grande parte do design gráfico é entender de tipografia, desenvolver seu conhecimento sobre tipos de letras, e como aplicá-las bem em seu design. Isso será um estudo constante por toda a sua carreira. Aqui estão alguns ótimos recursos sobre tipos:

2. Se Fortalecendo com uma Fundamentação Histórica em Design Gráfico

O Livro de Philip Meggs (veja abaixo) é um dever para todo design gráfico. Você deve lê-lo de capa a capa. Conforme você continua, gaste um tempo para pesquisar áreas que te interessam mais. Pegue pelo menos três áreas para se aprofundar num estudo detalhado e aprender o máximo que puder sobre elas. Uma área de interesse para mim é Bauhaus, que foi um designer gráfico e é uma escola fundada no início do século vinte. Eu achei o estudo cativante, provavelmente porque combina muitas das minhas paixões: arte, design, história e educação.

history

3. Internalize o Processo de Design Gráfico, Soluções Conceituais, Experiências no Mundo Real e Aplicações Criativas

Designers Gráficos resolvem problemas visuais. A chave para ensinar design gráfico a você mesmo é entender o processo de resolver um problema visual. Isso significa que você se beneficiará em lidar com briefs de design. Você aprenderá a aplicar as habilidades que estudou resolvendo problemas de design fictícios para começar e conforme você avança vai lidando com problemas do mundo real e trabalhando com clientes.

solutions

Solucionando Problemas Visuais e Conceituais

A solução de problemas conceituais e visuais é a centro do que fazemos como designers gráficos. Clientes vem a nós com um brief, que é um problema que precisa ser resolvido. Uma nova companhia pode precisar entrar num mercado específico e vem até você para uma solução de identidade abrangente. Ou você poder trabalhar em um jornal e ter que fazer o layout da página em um prazo determinado. Os problemas são infinitos e seu trabalho é resolver essas questões.

O que é um conceito visual? Bem é mais do que uma solução puramente visual. É uma unificação do gráfico e de uma ideia, que é posicionada num contexto para resolver um problema. Vamos ver o exemplo de um logotipo. É uma marca visual, que representa a ideia de uma empresa, apresentada no contexto de toda a identidade da empresa, marketing e história. Vamos olhar alguns recursos para designers gráficos, para desenvolver suas habilidades em resolver problemas visuais e conceituais. Tenha em mente que praticar seu ofício vai ajudá-lo a construir suas habilidades de resolver problemas visuais.

O Processo do Design

Aprender a pesquisar, criar miniaturas, aperfeiçoar esboços, trabalhar soluções visuais em programas e apresentá-las aos clientes são apenas algumas das bases do processo de design. Cada subconjunto do design pode ter um procedimento levemente diferente e sua metodologia de trabalho, ou a empresa para qual você trabalha pode implementar coisas de um modo único no ambiente de produção deles. Mesmo assim, o básico continua o mesmo. Familiarize-se com o processo do design do começo ao fim, e trabalhe em ficar mais rápido e melhor em cada estágio do processo em cada projeto que você trabalhar.

Aplicação do Design Gráfico no Mundo Real

Um cartão de visitas, assim como uma tela, tem limites.  Um livro tem dimensões específicas e limitações técnicas de impressão. Esses tipos de limitações práticas e técnicas são uma parte importante do ofício de design gráfico. Trabalhe para aprender essas tecnologias e construa seu conhecimento através de projetos reais. Você vai aprender muito sobre impressão por ter um grande projeto que deve ser impresso dentro de um orçamento. Também tenha em mente que, soluções criativas são frequentemente dirigidas dentro de ambientes criativos limitados.  Parte da diversão do design gráfico é resolver problemas técnicos com soluções criativas.

4. Considere Estudos e Desenvolvimento Avançados

Estudos avançados pode levar a muitos caminhos diferentes para cada designer. Você pode se tornar interessado em um campo relacionado, e então moldar sua educação em design gráfico para aplicar aquele campo. Entretanto, todo designer gráfico se beneficiará por estudos e planejamentos avançados.

É claro que não há limites para o quanto você pode se aprofundar num estudo ou em qualquer assunto de design gráfico. Teoria de Grade, Design de Informação Gráfica,  Planejamento de Carreira são apenas algumas áreas onde se concentrar. Você pode certamente ir muito mais fundo em outras áreas também.

advanced

Teoria de Grade

Muitas áreas do design gráfico incorporam soluções baseadas em grade. De muitas formas, a teoria de grade é um princípio avançado de espaçamento, fluxo e ritmo, através da aplicação em projetos reais, como o layout de um livro inteiro ou web site. Qualquer documento de várias páginas colocado junto, provavelmente se beneficiará da grade, já que ela faz design parecer mais coerente. Abaixo estão alguns fontes para começar com as grades.

Design de Informação Gráfica

Enquanto muitos princípios de Design de Informação Gráfica são semelhantes ao design gráfico, ele leva a uma abordagem mais técnica e prática dos problemas visuais. Ao invés de olhar para o conceito em um outdoor o designer de informação gráfica deve analisar o tamanho de fonte adequado para usar no outdoor com um tráfego passando a 64 km/h, para que tenha o máximo impacto. É uma mistura de pesquisa científica e aplicação prática ao design visual. Edward Tufte escreveu muitos livros bons sobre o assunto, e eu recomendo que você leia todos. Eles são escritos com elegância, o layout dos livros é lindo, e os princípios ensinados tem fortes exemplos ilustrativos.

Planejando Sua Carreira

Gaste algum tempo se familiarizando co o panorama do design gráfico e planejando sua carreira. O design gráfico é uma disciplina ampla, que está diretamente envolvida em numerosas ocupações. Aprender o potencial do campo de atuação vai ajudá-lo a decidir o que  você quer e se concentrar nisso. Você pode ser atraído pelo design impresso, propaganda, design de interface, ou outro campo relacionado ao design gráfico.

5. Aprenda com Designers Gráficos Profissionais

Além de estudar o design gráfico através da história, você também se beneficiará em estudar designers contemporâneos com os quais você se identifique. Uma dupla de designer que eu achava inspiradores quando estava na escola de design eram David Carson e Carlos Segura. Ambos usavam a tipografia em um estilo intuitivo, inovador e ilustrativo. Eles me ajudaram a ter coragem para ser expressivo com o meu uso de tipos, espaçamento e textura. Enquanto que a abordagem que eles praticam deles não é apropriada para todos os projetos, ela certamente desenvolveu minha variedade gráfica e a habilidade de pensar ilustrativamente através do design gráfico.

Você pode se apaixonar por algumas outras abordagens do design. Também, através das numerosas fases, você provavelmente será atraído para alguma outra coisa no design. Essa é a melhor parte sobre o campo de atuação; é tão diverso. Não tenha medo de imitar abordagens de designer em alguns projetos. É uma boa forma de aprender. Então você muda para outra coisa e isso se tornará parte da sua experiência coletiva de design.

professional

6. Desenvolvendo sua Proficiência, Intuição e Fluxo

Parte de se tornar um bom designer gráfico é se tornar um com suas ferramentas. Você pode empunhar um lápis, e rapidamente esboçar uma solução conceitual, então você será um designer mais proficiente. É claro que, quando se trabalha com programas o mesmo se aplica. Se você é um designer de logotipos, quanto melhor você conhecer o Illutrator, melhor designer você será. Essa é uma das razões pelas quais sites Vectotuts+ são tão uteis.

Ser proficiente com as suas ferramentas te torna apto a entrar em um estado de fluxo intuitivo quando está trabalhando, mas é mais que isso. Quanto melhor você conhecer o design, sua mídia, o seu campo escolhido como foco, seu conjunto de ferramentas, e seu fluxo de trabalho, será mais fácil mergulhar naquele espaço onde decisões aparecem rápidas e o tempo desaparece. Esse estado de fluxo é a grande razão pela qual as pessoas escolhem qualquer campo relacionada a arte, como o design gráfico; elas apreciam estarem no fluxo de criar e trabalhar visualmente.

pro

7. Juntando Seu Portfólio e Blog

Certifique-se de criar um portfólio (uma base com sua própria url), e poste regularmente sobre o que você aprender enquanto cresce como designer.

Três coisas o ajudam a ser contratado com designer (em ordem de importância): seu portfólio, sua experiência demonstrada, sua habilidade de comunicar seu conhecimento em design gráfico. Você constrói todos esses três com o tempo. Não é algo que acontece do dia para a noite.

Seu portfólio é sua ferramenta mais importante para se promover como design gráfico. Ele demonstra suas habilidade em aplicar na pratica suas competências. Quando estiver numa entrevista ele também tem um grande peso na sua contratação.

Experiência leva tempo para crescer. Alguém que tenha trabalhado a campo por anos, administrado uma agência, ou trabalhado com um grande número de empresas tem uma tremenda vantagem nesse campo de atuação. Não se sinta desencorajado, todos começam do zero.

Uma das maiores habilidade que alguém pode aprender na escola de design é como falar e escrever sobre design. Não é apenas sobre ser capaz de criar algo que pareça legal, mas é ser capaz de analisar criticamente o problema, aplicar um fluxo de trabalho testado para resolvê-lo, e comunicar o processo. Em campo isso é o equivalente a precisar vender suas soluções para clientes ou superiores. Ou em uma entrevista, descrever como você resolveu um problema de design.

Escrever artigos para seu blog é um ótimo lugar para praticar a discussão do design gráfico, e como você resolveu problemas específicos de design. Isto, em si, demonstra seu conhecimento do campo de atuação. Não tenha medo de adicionar estudos de caso ao seu blog, mesmo que para projetos pessoais, é uma ótima maneira de construir um conjunto de habilidades analíticas. Através do autodidatismo, use seu blog para escrever artigos enquanto você aprende sobre design. Isso serve como um bom substituto para os trabalhos que você teria em uma aula de design, e vão complementar os projetos de design que você fizer.

folio

8. Participe de Comunidades Online de Profissionais do Design Gráfico

Se envolver na comunidade do design gráfico e associações profissionais vai aumentar suas conexões dentro da indústria e o conhecimento de campo. Também vá a conferências e faça networking sempre que possível.

online

Afilie-se a Associações Profissionais

Uma ótima maneira de aprender sobre o funcionamento da profissão de design gráfico é se afiliar a uma organização profissional. Elas fazem conferências, produzem artigos, livros e outros recursos. Algumas dessas organizações trabalham para aprimorar a profissão e todo um lobby de outras atividades.

Se Tornando Parte da Comunidade Online de Designers Gráficos

Além das comunidade profissionais, há centenas de comunidades na web que você pode participar. Abaixo estão alguns fóruns de designers gráficos que talvez você queira participar.

Recebendo Feedback Crítico Online e Promovendo Seu Trabalho

Interações e críticas são realmente importantes enquanto você cresce como designer gráfico. Se você não está em uma escola de design, então você precisa encontrar outros lugares onde as pessoas vão esmiuçar seu trabalho, e onde você pode desenvolver seu próprio olho crítico. A melhor coisa para um designer jovem é ter alguém que lhe diga porquê algo que ele fez não está bem desenvolvido, e o que ele pode fazer diferente. Isso te prepara para quando o cliente fizer isso (te deixa calejado), e ajuda no crescimento das suas habilidade criativas e visuais para resolver problemas.

Eu não sei o lugar perfeito da internet para encontrar isso, mas tente diferentes comunidades e fóruns online. E se você puder encontrar um mentor, ou mesmo alguém com um ou dois anos a mais de experiência que você, que concorde em criticar seu trabalho, isso não tem preço. Tente alguns dos lugares mencionados abaixo e pesquise além.

Além do seu portfólio principal, também ajuda ter portfólios satélites, que você pode submeter a comunidade de portfólios, e onde você pode ter feedback do seu trabalho. Elas também são ótimos lugares para promover seu trabalho e ganhar novos clientes. Abaixo estão algumas comunidades para explorar.

9. Tenha em Mente Que o Design Gráfico Como Disciplina Não Existe Isoladamente

Qualquer estudo de design gráfico devera incluir alguma conexão com disciplinas correlacionadas Estudar arte e ilustração vai desenvolver sua habilidade de criar gráficos. Estudar marketing vai ajudá-lo a posicionar suas soluções conceituais dentro do contexto das necessidades do negócio e do consumidor. Também, o design gráfico é parte frequente do estudo fundamental para outras disciplinas relacionadas. Você será um web designer muito mais forte se tiver uma sólida educação em design gráfico por exemplo.

isolation

10. Encontrando Trabalho Como Designer Gráfico Freelance

Além de conseguir um emprego diretamente, a carreira de freelance é um caminho disponível para designers. Há trabalho lá fora para quase todos os níveis de habilidade. Você vai precisar trabalhar na construção do seu portfólio, negociação e suas habilidades em negócios.

Há numerosas comunidade e recursos online que podem ajudá-lo a crescer como designer gráfico freelance, e ser freelance é uma ótima maneira de conseguir um amplo conjunto de projetos de design gráfico para você. É um ótimo modo de desenvolver suas habilidades e aprender através de projetos reais, enquanto você estuda de maneira independente.

work

11. Avaliando se o Estudo Independente ou Uma Escola de Design é o Certo para Você

Após avaliar os passos acima, faça algumas pesquisas sobre escolas e considere o melhor percurso de estudos para você. Observe que nem todos tem o recurso financeiro ou vontade de ir a uma faculdade. Felizmente, isso não é um pré requisito para se tornar designer profissional. O maior recurso em encontrar um emprego é sua habilidade em demonstrar suas habilidades, seja através de um portifólio, ou em entrevistas seu conhecimento e paixão devem aparecer.

Ir a uma escola de design é ótimo, mas se você for diligente você pode aprender design gráfico através de um estudo independente. Tenha em mente que eu não estou dizendo a você que não vá a uma faculdade, já que essa decisão é só sua, (eu foi estudante universitário em uma escola e fiz alguns cursos de graduação).  Também você pode estar numa posição que você está estudando alguma outra coisa e que esteja apaixonado por design gráfico. Muitos ótimos designers começaram em outras áreas e aprenderam por si mesmos.

Mesmo quando eu estava na escola de design, algumas das maiores lições que eu aprendi vieram de fazer projetos por mim mesmo, estudando online e de livros. Um bom professor pode ser um ótimo recurso e eu aprecio todos aqueles que me ajudaram a aprender enquanto eu estava na escola.

Se você quer ir a uma escola de design então perca algum tempo para decidir qual a escola certa para você. Qual escola cabe no seu orçamento, metas e capacidade de participar. Você pode querer considerar programas profissionais online também. Ou para os fortes, faça isso sem um aprendizado formal.

school

Escolas de Design Gráfico

Juntando Tudo

Boa sorte com o aprendizado de design gráfico. Tenha em mente que um curso de graduação leva vários anos para completar, e alguns vão até a pós-graduação, então não eleve muito suas expectativas no inicio, quer você vá a escola ou de maneira independente. Está ok levar vários anos para dominar o design gráfico. Apenas estude, cresça como designer e não desista, e você chegará lá. Tenha certeza de se divertir pelo caminho, senão qual é o ponto?

Além disso, quando você for um ótimo designer gráfico, você provavelmente estará interessado em aprender algo mais. Isso é apenas a natureza das coisas, certo!

Fique á vontade para listar seus recursos favoritos de design gráfico (livros, artigos, e outros) já que há uma quantidade sem fim de ótimos materiais para iniciar, e então aprimore suas capacidades conforme se desenvolve!

Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Looking for something to help kick start your next project?
Envato Market has a range of items for sale to help get you started.