Unlimited PS Actions, graphics, videos & courses! Unlimited asset downloads! From $16.50/m
  1. Design & Illustration
  2. Art

Definindo e Valorizando a Arte

by
Read Time:30 minsLanguages:
This post is part of a series called Learn How to Draw.
Creative Arabic Calligraphy for Beginners: Introduction
Geometric Design: Tenfold Star in a Rectangle

Portuguese (Português) translation by Ingrid Fornazari (you can also view the original English article)

Quando nós começamos a desenhar pela primeira vez, não há intenção nisso. Há uma ferramenta e há um efeito em usá-la, mas não importa, o processo em si é divertido. desenhos são lindos e você se sente ótimo, ou você escuta isso sendo dito a outra pessoa e você sente inveja. Outro valor foi adicionado a esse processo; o valor de um desenho finalizado.

Mas como é definido esse valor? No mundo moderno nós ouvimos frequentemente sobre alguma pintura abstrata estranha que foi vendida por milhões de dólares. Como isso pode valer tanto, quando ninguém quer comprar seus desenhos meio realistas? Eles com certeza são mais bonitos do que algumas poucas linhas coloridas em um plano de fundo pontilhado, certo? Como isso é possível, sua arte é chamada de feia e a deles é elogiada as alturas?

Para responder a essas questões nós precisamos definir a arte em si. Isso será difícil, talvez até uma tarefa impossível. Mas como a arte pode existir como algo no nosso mundo sem uma definição? Mesmo que possa, de alguma maneira mágica, como nós podemos discutir o valor da arte quando todo mundo tem algo diferente em mente? Seria como uma daquelas discussões "gatos v. cães", onde as pessoas anti-gatos está na verdade falando sobre uma aranha. Então talvez exista uma definição? Vamos encontrar!

O Que é Arte...para Você?

certeza, arte é subjetiva. Sua definição é criada na mente de alguém e não precisa ter nada a ver com as definições de outros. Contudo, deve haver algo ligando todas elas. De outro modo como isso poderia ser mesmo um tópico?

Vamos começar o mais objetivamente possível. Há apenas uma maneira de se fazer isso; voltar no tempo, antes de todas essas várias mídias que nós temos hoje. Vamos ver como a a arte nasceu.

Arte e Artesanato

Os humanos são únicos entre os animais por causa da nossa habilidade de criar coisas. Através das eras nós aprendemos que várias pessoas podem dominar vários artesanatos e depois trocá-los por produtos, desse modo todos podem usar coisas que não conseguiriam fazer eles mesmos. Esse produtos era o que todos precisavam em suas vidas, uma casa, uma cama, vasilha, vela, sela de cavalo... Entretanto, os artesãos preenchiam as necessidades básicas de uma civilização crescente.

Há um outro traço humano que tornou possível fazer arte e ciência. Nós nunca temos o bastante. Você não quer dormir em um chão frio, você quer uma cama. Sua cama não é confortável, você quer algo maior, mais macio. Sua cama é grande com acolchoamento macio, você quer algo mais fácil de limpar. Sua cama é incrível, enorme, macia, com uma cobertura que você lava separadamente, mas seu vizinho tem uma cama que deixa as pessoas com inveja, e você quer que as pessoas tenham inveja de você também.

Quando conseguimos o que queremos, nós surgimos com outro nível de necessidades. Quando você está faminto, você não pensa sobre a maciez da sua cama, você ficaria feliz em trocá-la por qualquer coisa para comer. Mas quando você consegue esse pedaço seco de pão que estava desejando, você automaticamente começa a procurar por outra necessidade para preencher. Você está satisfeito por um mero segundo, e quando sua felicidade se vai. Pão seco? eu preferia ter frango frito!

Então imagine uma cidade próspera com todos os tipos de artesãos. Os residentes tem tudo que poderiam necessitar, e agora eles começam a prestar atenção a qualidade do produto, não apenas sua função. E se a função do produto é a esperada, é durável e fácil de operar, outra necessidade aparece, o produto deve ser esteticamente agradável.

art or craft what is the differenceart or craft what is the differenceart or craft what is the difference

Quando você tem tudo, você quer mais você procura por necessidades espirituais e emocionais mais altas. Agora você pode pagar por algo que não tem função nenhuma exceto ser agradável aos seus olhos. É aí que nasce a arte, em sua forma mais básica e primitiva. Surpreendentemente, uma definição simples ocorre bem aqui, na nossa frente; arte é algo sem função que no entanto, nos atrai. Algo que tem valor independente da sua utilidade.

art useless aesthetic functionart useless aesthetic functionart useless aesthetic function

É claro que algumas vezes existirão os dois, valor funcional e não funcional. Quantas vezes você comprou algo um pouco mais caro apenas porque era bonito? Há também mais um problema com essa definição, e aqueles desenhos que não nos atraem?

Arte e Criação

Isso pode ser puramente um problema linguístico ou cultural. Desenho e arte são usados como sinônimos, você desenha, então você é um artista. Eu acredito que isso vem da falta de palavras melhores, talvez nunca tenha sido necessário. Olhe, se a arte deve atrair e seu desenho não atrai ninguém, o que há nele? É uma arte ruim? Mas asfalto ou uma batata comum não atraem ninguém também, então eles são "arte ruim" também? Ou além disso..."não arte?

is drawing artis drawing artis drawing art
Isso é um desenho, mas é arte?

Isso pode parecer tolo, mais pense sobre isso. O problema principal com aprender a desenhar/pintar é que os iniciantes se sentem tão inferiores, tão fracos. Por que? Porque arte atrai, e eles não podem ser artistas, não "bons artistas", mas artistas em geral, a menos que o trabalhos deles atraia alguém. Até isso acontecer, o que são eles? Bem, aqui vem a limitação da linguagem. Os trabalhos são provavelmente criações, e o autor é um criador.

Esse é um bom nome, porque é simples, honesto e objetivo. Vamos dizer que um garoto esculpiu um boneco de neve em argila. É uma criação, simples assim. Quando você desenha um homem palito, você esta criando; você é o criador e ele é sua criação. Se houver algum dia um programa que possa pintar realisticamente sem a assistência humana, ele será um criador também. É totalmente objetivo e definível, de fato, não há controvérsia sobre o mundo da "criação".

creation vs art dont judgecreation vs art dont judgecreation vs art dont judge
A criação não precisa de nenhum julgamento para existir.

Há apenas uma coisa que pode ser acrescentada aqui. Um criador está pessoalmente envolvido na criação do trabalho. Um trabalhador na fábrica não é o criador de um produto mais do que seu pincel é criador da sua pintura. Eles são simplesmente ferramentas. Como distinguir uma ferramenta de um criador? Ferramentas são direcionadas pelo criador, sem ele ou ela, eles não seriam capazes de fazer isso.

Bons e Maus Criadores

A melhor coisa sobre ser um criador é que você não pode ser bom ou ruim, a menos que suas criações tenha alguma outra função. Por exemplo, se você cria caixas para armazenar coisas, é esperado que você as faça fortes e duráveis. Se você não fizer, é um mau criador de caixas. Se você cria caixas que não funcionam de verdade, mas supostamente atraem compradores de algum outro modo, você se torna uma artista (de novo, apenas por essa definição básica).

creator vs artistcreator vs artistcreator vs artist
1—criador; 2—artista

Então, o que é um artista ruim? É um criador de criações que intencionam atrair pessoas apesar da sua inutilidade, mas elas não atraem. Nós precisamos distinguir isso de um artista sem sucesso; alguém com potencial, mas ninguém compartilha a arte dele. Se uma pretensa criação de arte não é mostrada, não há maneira de conferir seu poder de atração.

bad creator vs bad arist can art be badbad creator vs bad arist can art be badbad creator vs bad arist can art be bad
1—mau criador; 2—mau artista

Fato engraçado: pode haver arte sem artista. Você ainda é um simples criador, mesmo quando suas criações funcionais atraem pessoa pelo design, contanto que isto não tenha sido sua intenção. A arte também pode existir sem nenhum criador (a menos que você seja religioso e acredite num Criador universal), por exemplo um pôr do sol, uma tempestade, um crânio humano no deserto.

Além do mais essa definição explica perfeitamente porque com frequência temos aversão a artistas que "vendem a si mesmos". Nós relutamos em chamá-los de artistas e por que? Porque eles cria arte sem intenção de atrair, sua intenção principal é fazer dinheiro a partir dessa atração. Então mesmo que eles criem arte, eles não são mais artistas realmente. Eles são bons criadores bem sucedidos, mas a arte que eles cria é apenas um produto para eles fazerem dinheiro.

E porque isso parece tão errado para nós? Somos invejosos? Do modo que eu vejo é que nos sentimos trapaceados e usados. nós fomos atraídos pelo trabalhos artístico, mas o criador não se importa com o que sentimos, eles apenas querem seu dinheiro (isso não significa que você não pode fazer dinheiro sendo um artistas, é apenas uma questão de equilíbrio.

A arte está nos olhos do Observador

Nós conseguimos criar uma simples definição para arte, então porque eles dizem que não pode ser definida? Porque nossa definição tem algo muito subjetivo nela. "Atração" é definida como o sentimento de ser levado em direção a alguma coisa. É totalmente subjetivo, um objeto X pode ser atraente para uma pessoa A, e repulsivo para uma pessoa B. Humanos são seres complicados, então nós podemos até sermos atraídos por algo que nós temos medo ou na verdade detestamos. É claro, que existem coisas que são consideradas atraentes de um modo geral. Por exemplo, beleza e atratividade são tratadas como sinônimos.

what is art what is art what is art
O objeto não muda quando observado por pessoas diferentes, mas cada uma delas o enxerga de modo diferente.

Para fazer a definição de arte completa, nós precisamos definir atração. Vamos tentar!

É arte porque é Bonita

Enquanto a atratividade é subjetiva (o adjetivo "atraente" não pode ser usado sem ao menos um sujeito implícito), beleza pode ser facilmente definida como algo objetivo (contanto que você corte a atratividade dela). "Bonito" significa simplesmente "atender aos padrões vigentes de beleza". Dito isso, um computador pode julgar a beleza das pessoas, mas não será capaz de dizer que é atraente, assim como não é capaz de dizer qual é a melhor cor.

Cosas bonitas são aquelas "atraentes em geral". Produtores de filmes, jogos, revistas,e anúncios as usam para conseguir o máximo de pessoas possíveis. O que são padrões de beleza, em geral? "Proporcionais", "puros", "simétricos", "regulares" e "claros", todos se encaixam aqui. Há também outros fatores, mas eles são mais dependentes da cultura e mais arriscados.

art must be beatuiful exampleart must be beatuiful exampleart must be beatuiful example
Entrance por Ivan Andreevich.

O Que é Bom Sobre Isso?

A beleza é reconhecível. Não apenas programada por nossos genes para notar formas regulares e harmonia, mas também somos ensinados sobre os padrões de beleza desde a infância. Mesmo um psicopata que não é capaz de qualquer emoção pode distinguir facilmente o "bonito" do "feio". Colocando "bonito" na definição de arte a torna tão objetiva quanto possível. É uma das poucas maneiras de encontrar um ponto comum com pessoas de várias personalidade e interesses. Você pode não gostar de algumas das modelos famosas, mas você não pode negar que elas "atingem os padrões vigentes de beleza", não importa o quanto você despreze esses padrões

O Que Há de Ruim Sobre Isso?

Primeiro, coisas bonitas são conhecidas por atrair "uma pessoa comum". É claro que uma pessoa comum não existe, todo mundo é diferente. Mesmo se a maioria das pessoas for em geral atraída por algo considerado bonito, ainda existirão muitas outras que não verão nada de atraente nisso. E mais, eles podem até achar repulsivo.

Isso porque há padrões gerais de beleza e padrão pessoais de beleza. Uma pessoa pode adotar padrões gerais e assumir como seus, mas isso não é obrigatório de modo algum. Então uma linda obra de arte pode não ser atraente para todo mundo, apenas para a maioria.

beauty is relativebeauty is relativebeauty is relative

Em segundo lugar, já que a é tão difundida e vista em todo lugar, ela se torna tediosa. É por isso que algumas vezes, modelos não tão perfeitas se tornam mais populares do que os ideais de beleza. Quando você vê isso todo o tempo, beleza se torna uma norma, e a norma não é interessante de nenhum jeito. É segura,mas ao mesmo tempo ela não desperta nenhuma emoção, porque você já está muito acostumado a ela.

Apenas pense sobre todas essas figuras de põr do sol ou montanhas. Elas são lindas, atingem os padrões de beleza, mas elas também são clichê. A beleza delas não apenas não as torna arte, como na verdade as mantém longe dela.

beauty is boringbeauty is boringbeauty is boring

Em terceiro lugar, a beleza de um objeto, mesmo quando apelativa, pode levar o observador a assumir que foi criado apenas para atraí-lo da maneira mais simples possível. Nós gostamos de sentir que somos livres para escolher, e uma linda obra de arte nos diz:"eu sou linda, então você não tem escolha, você tem que gostar de mim." Isso pode ter um efeito repulsivo, trabalhando da maneira oposta a pretendida.

É Arte Porque é Realista

Artes abstratas são rejeitadas pelas pessoas por essa mesma razão. " Uau, parece tão real! Eu achei que era uma foto!" É a reação que a pessoa que usa essa definição espera de uma obra de arte. Qualquer outra coisa merece um simples "ha" e não pode ser chamada de arte. Quanto mais realista a criação, mais artística ela fica. Nem precisa ser bonita, coisas feias podem ser realistas também.

art must be realistic exampleart must be realistic exampleart must be realistic example
Wugu por Lindsey Wakefield.

O Que Há de Bom Sobre Isso?

De novo, não é fácil avaliar. Um bom computador pode facilmente dizer a você se uma foto que ele escaneou é realista ou não, e até dar a você uma porcentagem de realismo. Um ponto comum é obtido também, não importa qual seja a sua definição de arte, você é capaz de dizer se algo é realista.

Apreciação para arte realista sustenta um artista que provavelmente gastou milhares de horas aprendendo como imitar o mundo real. Visto que a realidade é incrivelmente complicada, uma habilidade de criar o realismo é algo digno de admiração, especialmente quando o artista faz com que coisas irreais pareçam reais.

O Que Há de Ruim Nisso?

Uma versão extrema do realismo, foto-realismos, é baseada em redesenhar uma foto. É o quanto de semelhança com uma fotografia é obtido, o artista apenas copia todos os pixels/pontos e cria novamente a original em uma mídia diferente. Sim, isso consome tempo, mas ao mesmo tempo é extremamente simples de fazer. Não é fácil, mas simples. É necessário tempo e paciência, mas além disso tudo o que o criador precisa é apenas habilidades manuais. Há uma chance do artista de que o artista não desenhe nada melhor do que você sem uma foto.

is photorealism artis photorealism artis photorealism art

Pintar realismo é uma parte dos estudos artísticos e não precisa ser a meta final do artista. Criadores re-criam fotos ou natureza para aprender como ela funciona e serem capazes de quebrar as regras mais tarde. Como resultado você pode tecer elogios para nada mais que um estudo , e ignorar algo que o artista colocou muito mais esforço.

Quando você está enamorado por artes realistas, você só vê coisas que também são realistas ou não são suficientemente realistas. Desse modo você desiste completamente da ideia de estilos diferentes, ou de algo que não é realista, mas não precisa ser de verdade. Subconscientemente, você trata artistas como servos do realismo, e quando eles não fazer as "tarefas" adequadamente, eles simplesmente são ruins.

Arte é Arte Porque Eu Não Consigo Fazer Eu Mesmo

Nós estamos entrando em um terreno mais subjetivo. Uma pessoa usando essa definição compara suas criações a suas próprias habilidades nesse campo. Quando eles não conseguem imaginar como algo foi criado, eles chamam de art ("impossível", "eu não acredito", "você é tão talentoso", etc). Não é sobre o tempo usado para o processo de criação, mas sobre o efeito excepcional. Nessa definição, a arte deve ter uma autor para comparar as habilidades. Um pôr do sol ainda que magnífico, não pode ser chamado de arte a menos que você tenha o Deus-Criador em mente.

it isnt art because i could do it myselfit isnt art because i could do it myselfit isnt art because i could do it myself
Dragonborn por aenaluck.

O Que há de Bom Sobre isso?

Bem, não muito. Deixe-me contar o porquê:

O Que Há de Ruim Sobre Isso?

Usando essa definição você se posiciona como o centro do universo. Suas habilidades se torna o indicador se algo é bom ou não. Vamos dizer que você despreza uma arte porque você "pode fazer você mesmo", mas a pessoa perto de você diz que não consegue. Qual opinião é mais importante.

art i could do it myselfart i could do it myselfart i could do it myself

Já que essa definição de arte é baseada em uma opinião totalmente pessoal, seus fãs muito provavelmente ficarão na defensiva quando falam sobre arte. É por eles tornarem uma discussão sobre arte em uma discussão sobre eles mesmos. Quando eles escutam "não é arte" dita sobre algo que eles admiram, eles primeiro respondem "bem, você consegue fazer melhor?" Para eles você não pode dizer que algo é ruim a menos que você consiga fazer melhor, então você na verdade precisa ser um profissional para dar uma crítica negativa.

Essa abordagem é também a base da crença no talento místico. Se você considerar a si mesmo uma pessoa esperta, e você não puder ver nenhum modo de atingir o nível habilidade de outra pessoa, certamente não há nenhum modo, porque se houvesse, você faria. Então o artista deve ter dotado de talento.

Essa definição é a razão poque algumas pessoas não são capazes de entender a arte moderna. Se elas pudessem fazer o mesmo em alguns minutos, como isso seria arte? Fé cega nessa definição é contudo um pouco arrogante, sem qualquer espaço para opiniões dos outros.

Arte é Arte Porque é Difícil e Consome Tempo

É semelhante a definição anterior, exceto talvez que você possa chegar ao mesmo resultado. O ponto é que você não é paciente/determinado o suficiente, e você admira a paciência/determinação de alguém que gasta tanto tempo e tanto esforço para conseguir algo. A qualidade da criação não é tão importante, se apenas uma grande quantidade de energia e trabalho gasto brilha através dela.

art must be hard time consuming not easy to doart must be hard time consuming not easy to doart must be hard time consuming not easy to do
Vincent Valentine por Aenea-Jones.

O que há de bom sobre isso?

É sempre importante apreciar o trabalho duro de alguém. Quando em nosso mundo agitado alguém encontra tempo, muito tempo, para fazer algo bonito/importante para eles, mas de outro modo inútil, respeito e admiração vêm naturalmente.

O que há de ruim sobre isso?

É de onde vem o desdém pela arte digital. É muito fácil, muito rápido, não pode ser arte! "Eu sinto falta da época em que os artistas tinha que realmente trabalhar para desenhar algo ao invés de deixar o computador fazer o trabalho" um fã dessa definição diria.

A grande quantia de tempo que leva a essa criação nem sempre é óbvia. Um artista pode praticar por dois anos, cerca de uma dezena de horas todos os dias, para aprender a criar algo em cinco minutos, mas você, como observador, consegue ver apenas aqueles cinco minutos. Esse é todo o trabalho que você consegue notar. É muito fácil, a partir daí chegar a conclusão de que é sobre talento/ software/ferramentas. Nada que valha admiração.

art cant be easyart cant be easyart cant be easy
Você nunca sabe o quanto realmente foi difícil.

Simplificações e minimalismo apenas parecem simples, quando de fato muito trabalho foi feito para conseguir esse efeito. Olhando apenas o tempo gasto para a renderização final, você ignora algo que na verdade vem de encontro a sua definição.

Essa definição pode também vir do pensamento desejoso e que cada arte que tenha sido difícil de criar deve ser admirada, não importa o qual é o resultado final. Se você gastou horas tentando fazer algo direito (mas não fez), e como resultado não conseguiu qualquer elogio, você pode se sentir profundamente magoado quando algo feito em cinco minutos consegue a admiração que você queria. Você precisa ter em mente que nem todo mundo cria por louvor e admiração, como você. Artistas profissionais trabalham por dinheiro, eles "produzem" arte para alguém, nunca para seu próprio prazer. Serem rápidos e eficientes é parte do trabalho deles; serem admirados não é.

Arte é Arte Porque Me Maravilha/Surpreende

Algumas vezes não é realmente sobre a qualidade, beleza, ou o tempo gasto o trabalho (apesar de serem bem vindos). Você olha para uma arte e pensa: É brilhante! Porque eu não pensei nisso?" O conceito em si é uma coisa poderosa. Você pode aprender tudo mais,mas o conceito é claramente uma fagulha de criatividade e só é óbvio quando alguém já disse em voz alta. Ele traz admiração, mas também alegria, você não pode acreditar que foi tão simples.

art must be amazing suprising conceptart must be amazing suprising conceptart must be amazing suprising concept
I am SWORN to carry your burdens por Darren Geers.

O Que Há de Bom Sobre Isso?

O conceito é normalmente baseado em algo do conhecimento de um grupo de pessoas. Por admiração comum eles se sentem mais unidos, e eles também sente a necessidade de compartilhar seus pensamentos sobre isso. Um laço especial entre o artistas e seus admiradores ocorre, porque eles entendem uns aos outros. Há também uma ilusão de que a mensagem foi direcionada especialmente a você, porque os outros não a entenderiam.

artist and fan bondartist and fan bondartist and fan bond

Porque a mensagem não precisa ser muito clara, esse tipo de arte requer um pouco de pensamento por parte do observador. É um quebra-cabeça a resolver. A satisfação torna a experiência mais pessoal, e portanto mais duradoura e verdadeira.

O que há de ruim sobre isso?

Conceitos podem ser controlados. Pessoas criativas podem "produzir" um monte deles, mas normalmente apenas alguns são brilhantes. Esse tipo de arte é quase impossível de criar, na verdade ele se cria através da mente de uma pessoa criativa. Portanto é difícil dizer quem é o criador realmente, mesmo se o artista não puder dizer de onde veio a ideia.

Mas e se você não entender? E se houver algum valor estético além do conceito, o trabalho artístico se defender, mas e se não houver? Quando algo não atinge seus padrões de beleza você ainda acha que ele é atraente para alguém, mas um conceito confuso torna o trabalho absolutamente vazio.

É Arte Porque me faz Sentir algo

Algumas vezes quando você olha um objeto/pessoa/situação, você tem uma sensação misteriosa. Não parece ter a ver com nada do que você está olhando, mas como se tivesse acordado algo dentro de você. Esse sentimento, não importa se agradável ou esmagador, para algumas pessoas pode ser um claro indicador de que está olhando para uma arte.

art is everywhereart is everywhereart is everywhere

De fato, essa é a base da maioria das definições também. A única diferença é que elas normalmente estreitam o significado de algumas emoções como deleite ou admiração. Aquela que estamos falando agora é mais aberta, e é por isso que arte abstrata é chamada arte, apesar de ser rejeitada pela maioria das pessoas. Essa definição aceita tudo como potencial arte, não importa se foi criada por alguém ou resultado de uma ocorrência aleatória. É devido ao trabalho não ser arte - o "artístico" dele é despertado através de você e não existe além de você. Na verdade se aplica a outras definições baseadas em emoções também, mas nunca é tão clara como quando você compara uma pintura abstrata a uma pintura de um bebê chorando; a única coisa que as liga é você.

O que há de bom nisso?

Você pode ver arte em todo lugar. Você não precisa de uma criador; você pode ir ao shopping e ele se tornará sua galeria de arte, se você olhar de perto. Você se torna mais aberto ao mundo, menos julgador, e você observa coisas que outros ignoram. Talvez isso faça de você um artista melhor, porque você aprende sobre sentimentos que podem ser evocados neles.

Quando falamos sobre arte de acordo com sua definição, você automaticamente acentua o fato de que vem de você. Enquanto outras definições podem soar como verdades objetivas ("não é arte, é muito feia", você chama isso de arte? Eu mesmo poderia fazer isso), essa poderá soar mais subjetiva ("eu quase chorei quando olhei para ela, é arte"). Dessa forma seu opositor numa discussão entende rapidamente que você está falando sobre sentimentos, não sobre arte em si.

O que há de ruim nisso?

É tão subjetivo quanto possível. Se mesmo você não sabe porque você se sente assim, como você pode encontrar um terreno em comum com mais alguém? Se outra pessoa não for tão sensível quanto você, você pode começar a desprezá-la, quando de fato ela não fez nada de errado. Os outros não são "cegos" apenas porque não se sente do mesmo modo que você. Tenha em mente que a sua interpretação não precisa ser a mesma do artista.

Para usar a definição na totalidade, alguém precisa ser sensível. De outro modo fica limitado a emoções "fáceis", como admiração da beleza, inveja das habilidade incríveis, e automaticamente se torna uma das definições mais estreitas de que falamos.

Ao mesmo tempo, ser super sensível pode ser exaustivo, e deixar cada experiência artística menos especial. Também, quando tudo pode ser arte, o que não é? O conceito em si perde o ponto.

too much arttoo much arttoo much art

É Arte, Porque é Cara Apesar de Ser Inútil

Pode parecer piada, mas algumas pessoas não tem nenhuma ideia sobre arte mesmo. Quando existem muitas definições e muitas coisas diferentes sendo chamadas de arte, é fácil ficar confuso e na verdade desistir. Tal pessoa pode admirar uma linda pintura, ou ficar com inveja das habilidades de outros, mas eles não podem chamar isto de arte. Arte é uma forma mais alta de um objeto, é arte quando é inútil e pessoas ainda pagam uma grande quantia em dinheiro por ela. Pode ser linda e refinada, mas também pode ser feia e descuidada. Não importa, as pessoas votam com suas carteiras.

art must be expensiveart must be expensiveart must be expensive
Se não for bom para nada e pessoas pagam milhões, deve ser arte.

O que há de bom nisso?

Você pode ser mais objetivo? Você vê o preço de algo que ninguém poderia precisar, e se for alto, ele se torna arte. Simples e puro. Ninguém pode argumentar com isto.

O que há de ruim nisso?

Essa é uma abordagem preguiçosa, porque você deixa os outros decidirem. Você não consegue nem mesmo criar arte, porque não cabe a você. Na verdade você poderia dizer arte é criada pela pessoa que paga por ela.

Arte ou Não Arte, Eis a Questão

Pode a arte ser discutida de qualquer modo. Cada discussão sobre uma arte mais cedo ou mais tarde se torna uma discussão sobre a definição, exceto aquelas onde os contendedores não tem a menor ideia sobre ela. Apenas veja como uma discussão entre um fã de uma "linda arte" e o fã de uma "arte emocionante" seria.

O que eles dizem
O que o interlocutor Queria dizer
O que o Ouvinte escuta
Espantosa obra de arte É tão linda
É tão emocionante
Você está falando sério? É um lixo. Como você pode dizer que é emocionante, quando não é Como você pode dizer que é linda, quando não é?
Como você não vê o quanto ela é linda! Há algo de errado com seus padrões de beleza Eu não entendo como você pode ser tão cego.
Cara, eu já vi centenas de peças como essa. Não é nada de novo. É clichê, não gostei. O trabalho deve ser novo para ser chamado de arte
Desde quando a arte precisa ser nova para ser apreciada? Você não sabe nada sobre arte Eu não sei nada sobre arte
Você quer que eu aprecie algo que eu já vi centenas de vezes? Se a obra de arte é clichê, ela não pode ser apreciada.
Eu não entendo o que é arte.
Não deixa de ser bonito apenas porque alguém já desenhou algo semelhante antes. A arte não precisa ser emocionante e nova, deve apenas ser bonita.
Na verdade é! Você não poderia estar mais errado
Eu realmente não sei nada sobre arte.
Você é tão idiota Você não entende nada, é inútil Eu não entendo você, desisto


É engraçado não? Quando você lê a coluna do meio apenas parece absurdo, como se estivessem falando linguagens diferentes; semelhantes o suficiente para pensarem que entendem um ao outro, mas não o suficiente para realmente entenderem. É por isso que arte é tão difícil de definir. Todos nós sabemos o que é - é algo que evoca certas emoções - mas nós não concordamos sobre a natureza dessas emoções.

Além do mais, esse tipo de "tabela de transcrição" é uma ótima maneira de entender o oponente em uma discussão feroz, quando você chega ao ponto de "como você pode ser tão idiota ao ponto de não entender o que eu estou dizendo?" Há uma grande chance de vocês estarem falando sobre duas coisas diferentes.

Quem decide o que é Arte?

Já que arte é subjetiva, bem, você decide. Mas é preciso lembrar que essa é a sua opinião. A qualquer momento em que disser "isto é arte", há um implícito "para mim". É por isso que uma discussão sobre determinada arte não faz o menor sentido. Você pode falar sobre definição, como nós fizemos - o que há de bom ou ruim sobre um determinado modo de pensar; mas a obra de arte em si na verdade não tem nada a ver com isso. Não importa o quanto você tenha certeza de que seu oponente esteja errado, ele simplesmente pode não estar. Vamos ver mais uma vez.

O que eles dizem
O que o interlocutor queria dizer
O que o ouvinte escuta
Isso é arte É arte, porque se encaixa na minha definição de arte eu digo que é arte, mesmo que não se encaixe na sua definição de arte.
Você está errado! Isso não pode ser arte, porque não se encaixa na minha definição de arte Isto não se encaixa na sua definição de arte.


Absurdo? É isso que eu escuto toda vez que alguém diz: "Eles chamam isto de arte? Eu mesmo poderia fazer isto!" Sim, você poderia, é por isto que não é arte...para você. Mas isto é uma razão para eles não a chamarem de arte? Apenas porque não se encaixa na sua definição? Bem arrogante da sua parte achar que você tem o poder de determinar uma definição objetiva de arte que todos precisam obedecer!

art discussion pointlessart discussion pointlessart discussion pointless

É por isso que nós chamamos arte de impossível de definir. Apesar da nossa definição simples, básica do inicio do artigo, nós não fomos capazes de um total acordo sobre cada obra de arte possível. Nós parecemos saber isto, ainda assim toda a vez que alguém admira algo que para nós não tem valor, nós ficamos um pouco bravos por argumentarem com a nossa definição. Quando uma grande quantia de dinheiro entra no jogo, também acorda uma forte emoção, inveja, tornando ainda mais pessoal: "Não é arte, então porque eles pagam tanto por ela? Eles estão dizendo que a minha definição de arte está errada? Como se atrevem?"

A arte pode levantar muitos sentimentos positivos, mas também pode ser a semente da contenda. Toda vez que você sentir raiva devido a uma "não-arte" ser chamada de arte, pense sobre isso mais uma vez. Porque você odeia algo por conseguir uma admiração que não devia, na sua opinião, merece? Você realmente considera a si mesmo como tendo o poder de decidir o que as pessoas podem admirar ou não? Ou você simplesmente está com inveja que algo sem valor consiga mais atenção, enquanto seu trabalho duro permanece despercebido?

De qualquer modo, é tudo sobre você, nunca sobre a arte. Lembre-se, quando eles dizem "espantosa arte" sobre algo, isso não significa que você tem que pensar o mesmo. É simplesmente a opinião deles, então não fique tão na defensiva pensando que eles estão querendo forçar algo a você.

art definition objectiveart definition objectiveart definition objective

Arte sem Observadores

Todo esse tempo nós estamos falando sobre as reações dos outros. É possível criar arte sem qualquer observador? A resposta mais simples é sim, contanto que se encaixe na sua definição de art. Mas a verdade é que tudo é arte e nada é arte, dependendo de quem está olhando.

Ela pode ser difícil de aceitar. Nós normalmente ficamos sobre a ilusão de que quanto mais pessoas acreditam, mais verdade é. Então, quanto mais pessoas chamam seu trabalho de arte, mais artístico ele será. Consequentemente a tentação de forçar todos a admirarem suas criações. Você já deveria saber que é impossível. Mesmo se você estudou todas as definições e criou uma arte para se encaixar nelas, ela deixará de ser arte para você (a menos que sua definição de arte seja: "uma trabalho que é feito para as pessoas me amarem").

Vamos voltar ao conceito de criação. Suas intenções como criado são cruciais para avaliar o valor da criação. Se você criou para fazer as pessoas rirem, e elas não reagem, suas criações são sem valor, novamente, para você. Se você criar para fazer as pessoas rirem em vez de admirarem seu estilo e técnica, suas criações ainda permanecerão sem valor, porque você falhou intencionalmente.

Entretanto, se você criar para ser admirado, mas esconder essa intenção e usar "eu quero fazer as pessoas rirem" como desculpa, e elas na verdade admirarem você (mesmo sem rir), esse é seu enorme sucesso. Finalmente, suas criações são muito valiosas para você porque elas conseguiram o que você queria.

artistic intention successartistic intention successartistic intention success
A reação do público não torna a arte boa ou ruim - suas intenções e o sucesso o fazem.

É por isso que você não pode ser um artista de sucesso sem mostrar sua arte para alguém. Se apenas a sua intenção for desenhar algo que você goste, você não precisa de ninguém para isso. "Eu não ligo se você gosta, eu desenho para eu mesmo." dito abaixo de uma arte publicada é uma enorme mentira. Por que você postou? O que você quer conseguir com isto? Qual é a sua verdadeira intenção?

Nós chegamos ao ponto agora. O valor de uma obra de arte é difícil de definir objetivamente como arte em sí, porque nasceu dentro do observador (ou do criador), e cada um cria de um modo diferente. Algumas pessoas vão amar suas criações, outras não, e todas elas estão certas. Você pode apreciar mais as que atendem as suas intenções, mas elas não tem nada com isso. É você que dá a elas poder para mudar os valores do seu trabalho.

art relative valueart relative valueart relative value

Dor da Criação

Você já se pergunto: o que eu quero? Por que você cria? Se seu amor por desenhos começou na infância, inflamado pelos elogios dos colegas e professores, é como se você criasse para sentir essa maravilhosa sensação de quando alguém elogia você. Sua intenção é criar artes que serão amadas e admiradas, que surpreenda as pessoas, e como resultado, vai aumentar seu valor aos seus próprios olhos. Ao mesmo tempo, você e suas criações se tornam escravos. Cada vez que alguém não reagir como o pretendido, você se sente mal. Não importa mais se você gosta do seu trabalho - você cedeu todo o poder as opiniões alheias.

art value is all up to youart value is all up to youart value is all up to you
Seus pensamentos não afetam o valor da sua arte - apenas seus pensamentos sobre o pensamento deles.

É por isso que pessoas ficam desapontadas e desistem tão facilmente quando aprendem a criar. Quando sua única intenção e motivação é se sentir ótimo, e o processo de aprendizado não dá isso a você (ou atém mesmo tira isso de você), é muito fácil perder a motivação. Se você perceber que eu estou falando sobre você, é o primeiro passo em direção a recuperação. Se desenho é apenas uma mídia para fazer você sentir que é uma pessoa de valor, seu problema se situa muito mais profundo do que suas habilidades de desenho.

Para ser honesto, a sensação de valor é a motivação por trás de quase toda a ação humana. Entretanto é quase impossível erradicá-la completamente. Entretanto, seus valores como artista não devem ser a única coisa que faz você se sentir bem sobre você mesmo. Quantas vezes você olhou para seus desenhos e pensou: "está terrível, sou uma droga, sou sem esperança." Você tem o direito de ser uma droga como artista, e não há nada de errado com isso. Você nem mesmo precisa ser um artista; seja um humilde criador.

Quando alguém diz é ruim ser um mau artista, isso não significa que você deve automaticamente pensar o mesmo. Se atenha a sua opinião, porque apenas a bons artistas é permitido desenhar? Como você pode ficar melhor se nunca tentar?

Tente mudar sua motivação, sua intenção principal, e você verá como desenhar fica mais fácil. Por exemplo, ao invés de tentar ser o melhor, faça da sua meta desenhar tão bem quanto algum artista que você admira. Dessa maneira você se tornará independente das opiniões dos outros, porque não importa se eles gostam ou não do seu trabalho, apenas você sabe o que "bom" significa. Você também pode focar no processo de desenhar, não apenas no resultado. Em vez de julgar tudo no seu desenho (até mesmo nos estudos), apenas coloque sua emta em "finalizar um desenho" e veja o quanto mais fácil fica ter sucesso.

Conclusão

A arte não pode ser definida, porque alguém a cria em sua própria cabeça. Entretanto, o valor da arte não pode ser definido também. Quando alguém diz suas criações não são boas o suficiente, eles apenas estão afirmando a opinião deles, não um valor real, objetivo. E sabe o que mais, mesmo que você pense que algo parece feio, pode ser a intenção do criador. Para você é ruim, porque é feio; para eles é bom - exatamente pela mesma razão.

Se você pensar em outras pessoas definindo o valor da sua arte, é apenas porque você deu a elas esse poder. Sua intenção não foi a de fazer com que eles te admirem, sua falta de admiração não toca em nada a você. Quando você entender isso, você pode finalmente ser livre! Alterar suas intenções, e tornar a admiração um co-produto da sua criação. Focar no que você quer atingir e não esperar pelos outros dizerem se você está indo bem ou não. Quando você desiste da admiração, está finalmente livre para ser ruim. E você sabe o que mais? Eu posso dizer com certeza que aqueles que você mais admira precisam menos disso.

Eu adoraria ouvir seus pensamentos sobre esse tópico. Você encontrou sua definição de arte no meu artigo, ou você usa alguma outra? Você participou em alguma discussão mais ou menos formal sobre arte? Como ela acabou? Por que você cria, e qual é a sua intenção? Você ainda criaria se ninguém pudesse ver sua arte?

One subscription.
Unlimited Downloads.
Get unlimited downloads