7 days of PS Actions, graphics, templates & fonts - for free!* Unlimited asset downloads! Start 7-Day Free Trial
Advertisement
  1. Design & Illustration
  2. Illustration

Crie um Ilustração da Vida Selvagem de Aquecer o Coração no Photoshop

Scroll to top
Read Time: 14 mins

Portuguese (Português) translation by Ingrid Fornazari (you can also view the original English article)

Quando se ilustra uma cena, é importante pensar sobre vários fatores incluindo luzes, profundidade do campo, e cor. Você pode também realçar sua ilustração transmitindo uma mensagem emocional. Nesse tutorial, Therese Larsson vai mostrar a você como criar uma ilustração da vida selvagem de aquecer o coração usando uma variedade de técnicas de ilustração digital. Vamos começar!


Video de Speed Art

Veja como essa pintura foi feita nesse video impressionante de speed art.


1. Configurando a Base para a Pintura

Passo 1

Crie um novo documento (Arquivo > Novo...), e escolha um com um tamanho bem grande. Certifique-se de trabalhar em 300 dpi, caso você queira imprimir sua arte. Trabalhar em tamanho maior e depois reduzir é sempre o caminho, já que você não pode fazer o inverso sem perder qualidade de imagem.

Eu comecei fazendo um esboço rápido em uma nova camada (Camada > Nova... > Camada)/(Shift + Command/Ctrl + N) onde eu exploro a composição que quero usar. Normalmente ele não é muito refinado, mas eu uso como guia. Eu configuro isso como multiplicação e bloqueio, de modo que eu possa pintar livremente sobre o esboço. Com frequência eu diminuo a opacidade para 50%, para não me distrair muito com as linhas quando pintar.


2. Bloco no Plano de Fundo

Passo 1

Sob o traçado eu vou primeiro rapidamente fazer um bloco com o esquema de cores base da imagem. Nesse caos eu quero uma manhã bem escura mas com uma luz direta atingindo o rato por trás, com um ar úmido como se tivesse chovido à noite. Eu uso um pincel macio para fazer um bloco rápido das estruturas principais. Nesse estágio, eu mantenho tudo muito simples, apenas insinuando no plano de fundo. Meu plano é manter o plano de fundo fora de foco, para evitar que o expectador seja distraído do assunto principal, o rato no galho.


3. Construindo a Profundidade e a Luz

Passo 1

Eu adicionei nova camada (Camada > Nova...> Camada) onde eu uso um pincel mais áspero para a folhagem mais perto do expectador. Eu não me preocupo com os detalhes ainda, eles serão trabalhado muito mais no processo. Os estágios iniciais são mais sobre explorar, tentar passo a passo construir uma cena que pareça tridimensional. Isso pode ser bem difícil, então não tente passar muito tempo nos detalhes ainda. Tente ser rápido e sem esforço.

Passo 2

Para suavizar a nova camada de folhagem eu vou até Flitro > Desfoque > Desfoque Gaussiano (Filter>Blur>Gaussian blur). Observe a janela de visualização enquanto ajusta o raio do desfoque, porquê você ainda quer que as estruturas da folhagem sejam visíveis.

Uma vez que tenha encontrado um nível de desfoque que me agrade, acrescento uma nova camada (Camada > Nova...> Camada) e configuro como Luz suave. Então eu continuo para construir a luz inicial, com uma luz matinal mais alaranjada no topo e uma atmosfera úmida mais azulada no fundo.

Eu quero brincar com as cores que saltam umas das outras, então a paleta principal da arte será uma marrom amarelado contra um verde azulado.


4. O Rato

Passo 1

Hora de dar forma aos ratos. Eu adicionei uma nova camada (Camada > Nova...> Camada) e usei um tom neutro de marrom como cor base. Eu escolhi algo que não é muito escuro nem muito claro, mas no meio. Isso me permite construir a luz e a sombra de uma maneira eficaz a partir de um bom ponto de partida.

Passo 2

Para essa camada base, eu adicionei uma nova camada (Camada > Nova...> Camada) e a liguei a camada de cor base segurando o Alt e então clicando entre as duas camadas que eu quero ligar. Desse modo, nada do que eu pintar na nova camada vai ficar dentro das limitações da camada de base.

Essa camada será a luz inicial da mamãe rato. Eu quero que a luz seja rica e vívida, então eu configurei o estilo de camada para Luz Direta. Eu pintei uma luz laranja vindo de cima e de trás, e sob ela eu pintei com um tom mais azul esverdeado, uma vez que há uma luz de realce que vai pegar as cores da folhagem abaixo dela e projetá-las na parte inferior do corpo dela.

Mais uma vez, mantenha tudo simples nos estágios iniciais. Os detalhes são guardados para mais tarde. Uma vez que eu tenha a luz de base com a qual eu esteja feliz, seleciono as duas camadas e mesclo elas, pressionando Command/Ctrl + E ou vou até Camadas > Mesclar Camadas. Se você não tiver cuidado, logo você terá 100 camadas e não terá ideia do que faz o quê.

Passo 3

Uma vez que já tenho a cor base e a luz base, é hora de começar a construir as formas. Adicione uma nova camada (Camada > Nova...> Camada) e vincule el com a camada base do rato de novo, então eu uso um pincel com o qual me sinta confortável e começo a esculpir as formas, refinando luzes e sombras.

Eu pego as cores do ambiente para unir o trabalho artístico. Constantemente prestando atenção onde está a fonte de luz e como ela afeta o objeto. Eu uso o estilo de camada normal, confiando nas minhas habilidades de luz e cor. Use referências se estiver pintando algo que você não tenha certeza.

Nunca coloque toda sua fé em estilos de camadas ou pincéis, mas gaste um tempo para aprender os princípios da luz e formas. Eu deixei bastante luz atingindo a cabeça dela para acrescentar contraste e interesse, e realmente destacar a forma do plano de fundo. Uma vez que as orelhas dos ratos são bem finas, um pouco da luz vai passar através da pele e dar um brilho vermelho.

Passo 4

Eu acrescentei outra camada (Camada > Nova...> Camada) e vinculei (Alt + clique entre camadas) a camada base novamente. Eu configurei tanto Luz Indireta ou Direta, dependendo de que tipo de efeito eu queria. Luz Direta terá um grande impacto, mas é preciso usar com cuidado para não queimar a imagem e deixá-la berrante. Eu esculpi um pouco mais de luz laranja para adicionar calor a parte superior do corpo. A parte inferior do corpo ganha outra aguada leve de azul esverdeado, para uni-la um pouco mais com o plano de fundo.

Passo 5

Eu achei que a parte superior do plano de fundo estava um pouco escura ainda, então eu decidi clarear um pouco com uma luz manchada, como se os raios estivesse brilhando através da grama e das folhas. Eu peguei um pincel redondo macio, sem nenhuma borda dura, de modo que o plano de fundo não 'brigue' com o primeiro plano. Eu também estou começando a refinar os pequenos bebês rato, dando a eles o mesmo tratamento da mãe. Acrescente uma nova camada (Camada > Nova...> Camada), então vincule à camada de base do bebê rato Eu uso um pincel áspero para fazer algumas derivações nas cores básicas.

Passo 6

A luz inicial é insinuada. Nesse ponto nós não acrescentamos nenhuma luz direta ainda, por isso os efeitos de luz ainda estão um pouco sem graça, e não se destacam. É importante pensar enquanto você desenha. Como a luz age? De onde ela vem? Alguma coisa vai obstruir o caminho?

O rato mais perto da mãe estará levemente mais protegido da luz, então não adicione luz direta no corpo todo. Deixe a cabeça de fora, uma vez que a mamãe rato está no caminho e a luz não vai se dobrar magicamente ao redor dela para criar o mesmo efeito direto como nos outros. Uma vez que o rabo e as orelhas são carnudos e orgânicos, eu deixei um pouco de luz entrar neles e criar uma um efeito de dispersão subsuperficial.

Passo 7

O galho é colocado para criar um lugar para eles coletarem o orvalho da manhã. Eu refinei o bebê rato mais uma vez, nesse ponto eu acrescentei uma nova camada e vinculei a base, então eu mudei o estilo da camada para Luz Direta.

Eu acrescentei laranja claro aos pontos mais quentes do rato, onde a luz é mais intensa. Eu ainda estou sendo bastante cautelosa, já que iluminar é um processo de tocar e ir. Eu constantemente uso minha intuição e pergunto se parece bom. Normalmente eu consigo identificar quando a luz é muito direta ou muito suave, faço ajustes a partir daí. Confie nos seus instintos, se não parece certo, mude. Se você não conseguir dizer se funciona ou não, peça para um amigo dar uma rápida olhada nela. Eles não precisam ser artistas, é suficiente ser humano e ter um sentido do que parece certo ou não.

Passo 8

Eu agora vou entrar na fase em que eu detalho mais. Nesse ponto, eu começarei a deixar a superfície mais áspera para sugerir a textura de pelo. Os ratos são peludos, mas você não tem que desenhar cada um dos pelos. Apenas use um pincel mais áspero, e insinue as texturas do pelo. Pode ser bem eficiente para criar a sensação de pelo, sem gastar muito tempo desenhando fios do pelo.

Eu acrescente luz ao galho, esculpindo suas formas. A melhor dica que eu tenho para desenhar elementos naturais é observar fotos, ou melhor ainda, sair e estudar ao ar livre. Como um galho realmente é? Como a luz interage com ele? Onde ele é áspero e onde é suave? Como a textura é traduzida na pintura digital?


5. Refinando o Plano de Fundo

Passo 1

Eu comecei aumentando os efeitos de luz no rato mais um pouco, mas então eu decidi deixar descansar um pouco, e trabalhar mais no plano de fundo. Eu resolvi fazer as folhas brilhantes. Essas terão uma superfície um pouco diferente se comparadas as principais, o que será um contraste bonito. Eu comecei deixando-as mais ásperas com um verde básico em uma nova camada (Camada > Nova...>Camada), apesar delas não serem totalmente verdes no final.

Será, assim como nos passos iniciais, apenas a base para trabalhar quando eu fizer as luzes. As folhas mais perto são pintadas em uma camada diferente do que as folhas mais ao fundo, uma vez que eu vou desfocá-las um pouco mais para aumentar a sensação de profundidade.

Passo 2

Eu selecionei a camada com as folhas mais distantes e acrescentei um leve desfoque Gaussiano (Filtro > Desfoque > Desfoque Gaussiano). Não tão forte quanto o desfoque que eu usei antes, eu quero que elas fiquem mais visíveis. Eu deixo as folhas da frente mais nítidas. Elas estarão aproximadamente à mesma distância do observador do que o rato, então elas serão mantidas nítidas e refinadas até o final.

Eu acrescento uma nova camada (Camada > Nova...> Camada) por todo o plano de fundo, e configure para sobrepor e abaixe até 75%. Agora é hora de começar acrescentar a sensação de atmosfera úmida a eles, então eu escolhi o azul marinho na janela de cor, e troquei para um pincel macio, então, ainda com mais cuidado eu comecei a pintar o plano de fundo com um tom mais azulado. Para ajudar com a umidade, eu acrescentei um filtro de foto e configurei o filtro de resfriamento (80) com densidade de 25%.

Passo 3

Agora é hora de trabalhar na vasilha de folha e na gota de orvalho. Eles receberão o mesmo tratamento que o resto da pintura. Camada base de verde neutro, apenas para construir a forma a se trabalhar.

Passo 4

Eu comecei a puxar as cores da folha acrescentando uma luz forte brilhando através do lado mais perto do sol. As folhas são finas, então bastante luz vai passar através delas. Eu deixei o lado esquerdo da folha mais perto do observador e menos afetado pela luz, uma vez que é sombreado pelo lado mais perto do sol.

Passo 5

Eu continuei refinando a folha e acrescentando contraste deixando as luzes mais claras e as sombras mais escuras. Contraste cria tensão e interesse, e torna a imagem visualmente mais agradável.

Passo 6

Eu pintei a grama e as gotas, e me certifico que as gotas fiquem transparentes, mas como se tivesse substância. Deixando a luz brincar na superfície de tensão, e ainda o verde intenso brilhando através da transparência implícita. Para adicionar uma emoção extra, eu pintei um realce branco cristal no topo.

Passo 7

Eu passei para o plano de fundo um pouco e comecei a refinar as folhas. Novamente, se você estiver inseguro, estude a coisa real e tente aprender as curvas, e como as luzes a atingem.

Passo 8

Como trabalhei mais as estruturas de primeiro plano, eu decidi polir a luz um pouco mais. Eu achei que estava com um pouco de luz demais no momento, então eu adicionei uma nova camada sobre o plano de fundo e configurei como Luz Direta. Eu usei um verde escuro um pouco opaco e pintei sobre a parte inferior da imagem. Eu achei que de repente estava tudo muito verde, então acrescentei uma nova Camada Suave e escolhi um azul ciano para fazer uma aguada sobre ela, dando um aspecto mais molhado. Eu quis forçar a atmosfera um pouco mais, então eu acrescentei uma nova camada suave e usei um cinza azulado não saturado para pintar sobre a folhagem que fica mais longe do observador.

Passo 9

É quase hora de acrescentar as gotas de água, mas eu vou refinar e afiar as folhas um pouco mais. Elas receberão mais polimento como passo final, também.


6. Pintando Gotas de Água

Passo 1

Quando eu faço as gotas de água, eu escolho a ferramenta de seleção elíptica, vez que eu quero que as gostas tenham pontas afiladas e pareçam realmente nítidas acima do plano de fundo bastante pintado. Eu acrescentei uma nova camada (Camada > Nova...> Camada) e preenchi a seleção elíptica com um ciano neutro que eu peguei da folha. Então eu deixei o centro da gota levemente mais escuro, fazendo com que as bordas ficassem mais iluminadas, como se a luz se quebrasse através da água.

Passo 2

Mais a frente eu puxei a luz na gota deixando um realce nítido onde o sol atinge a gota, e é espalhado dentro da gota, saindo do outro lado, mas de uma maneira mais suave, quebrada pela água.

Passo 3

Eu acrescentei uma pequena gota perto dela e dei o mesmo tratamento da maior. Então eu continuei fazendo as sobras para baseá-las nas folhas. Então eu acrescentei alguma luz dentro da sombra que escapou através da gora e atingiu a folha do outro lado.

Passo 4

Eu reduzi o zoom de novo e mudei para a ferramenta laço. Eu continuei selecionando vários círculos enquanto segurava a tecla shift. Desse modo eu consegui finalizar todas as minhas seleções e preenchê-las ao mesmo tempo, ao invés de fazer uma gota por vez. Eu acrescentei uma nova camada (Camada > Nova...> Camada) e preenchi com ciano neutro que peguei das folhas, então cuidadosamente pintei cada uma do mesmo modo como fiz com a primeira gota. Eu também refinei e poli as folhas um pouco mais, usando um pincel redondo duro, com sua transparência vinculada a sensibilidade de pressão da mesa digitalizadora.


7. Adicionando os Toques Finais

Passo 1

Uma vez que eu esteja feliz com o primeiro plano e o rato eu vou acrescentar algumas camadas de polimento finais. Elas servem para adicionar coisas como, pelos dispersos, bigodes e ajustar qualquer luz que não pareça certa.

Conforme descrevi antes, eu constantemente pego cores do plano de fundo e deixo elas brincarem contra o pelo do rato, apenas para unir o plano de fundo ao primeiro plano e ao objeto principal. Você quer que a pintura realmente sobressaia, mais ainda assim, não fique distante do resto do ambiente. É um equilíbrio difícil e requer prática.

Para o final absoluto e para mostrar as pessoas online, eu fundi todas as camadas e redimensionei a imagem para caber na tela. Então vá até Filtros > Tornar Nítido > Aplicação Inteligente de Nitidez, para dar aquele realce extra. Tornar uma imagem mais nítida pode deixar os detalhes parecendo muito mais densos. Quando a imagem de visível estava pronta, eu coloquei uma marca d'água nela e carreguei nas minhas diversas galerias.


Conclusão

Nesse tutorial, você aprendeu a ilustrar uma figura da vida selvagem de aquecer o coração. Nós mostramos a você como delimitar cores, acrescentar texturas, luzes e cor, assim como ilustrar uma cena que transmite uma mensagem emocional. Espero que você tenha aprendido algumas técnicas interessantes para ajudá-lo a se tornar um ilustrador melhor.

Advertisement
Did you find this post useful?
Want a weekly email summary?
Subscribe below and we’ll send you a weekly email summary of all new Design & Illustration tutorials. Never miss out on learning about the next big thing.
Advertisement
Start your 7-day free trial*
Start free trial
*All Individual plans include a 7-day free trial for new customers; then chosen plan price applies. Cancel any time.